Prefeito de Criciúma grava vídeo abordando morador de rua e o manda capinar

por Carlos Britto // 06 de fevereiro de 2024 às 16:00

Foto: Reprodução vídeo

Em vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito de Criciúma (SC), Clésio Salvaro (PSD), manda uma pessoa em situação de rua “cortar a grama” no município.

O vídeo mostra o homem em situação de rua deitado em um papelão sendo abordado pelo prefeito. Clésio menciona que o homem é um “velho conhecido” e, em seguida, instrui o secretário de Assistência Social e Habitação, Bruno Ferreira, a levá-lo para trabalhar.

Em nota, a prefeitura afirmou que a cidade oferece “muitas oportunidades para todos que desejam trabalhar”. O comunicado também enfatizou que “quem precisa de cuidados médicos também recebe assistência, e para aqueles que desejam trabalhar, emprego não falta por aqui”.

O vídeo tem gerado grande repercussão e dividido opiniões sobre a postura de Clésio Salvaro diante da situação.

Confira o vídeo: https://www.instagram.com/p/C3BFQXwO-bt/

Prefeito de Criciúma grava vídeo abordando morador de rua e o manda capinar

  1. Sempre Atento disse:

    Se todos fossem assim tinha pouco vagabundo no Brasil, mas como o pior político tá no comando do país já mais mudará.

  2. Pulo disse:

    Os esquerdista vão ser contra porque não gostam de trabalhar

  3. Cesar disse:

    Parabéns prefeito, é assim que se governa, Juazeiro ba como Petrolina precisa de gestores que trabalhem dessa forma.

  4. Josefa Maria disse:

    Palmas pra ele. Sustentar vagabundo, ninguém aguenta mais. Quer comer? Já reza a Bíblia, tem de trabalhar. Agora preferem roubar. Vagabundagem tomando conta do mundo. Que essa atitude viralize e seja imitada.

  5. eu disse:

    cuida simão… pega o exemplo.

  6. Wilson Sérgio Lacerda Ribeiro disse:

    Quem reclama com certeza é petista, até aí, nenhuma novidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A situação não é fácil, porém não acho que devemos condenar o rapaz com tanta violência. Quem nunca errou que…