Preço do arroz assusta e preocupa consumidores na região

0
Foto: Reprodução

Um item comum na cesta básica dos brasileiros é o arroz, mas o preço desse alimento tem assustado quem vai às compras em todo país. Em Petrolina (PE), um pacote de arroz se aproxima dos R$ 7,00. O alimento já registrou alta de mais de 60% desde o começo da pandemia de Covid-19. A variação de preços dos itens da cesta se destacou em uma pesquisa recente do Colegiado de Economia da Facape, podendo ultrapassar os 200% no Vale do São Francisco.

O grão deve continuar valorizado ao longo de 2021, segundo avaliação de técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Isso, mesmo considerando uma redução no consumo nacional do produto prevista em 200 mil toneladas, em decorrência da crise econômica e da redução substancial do valor do auxílio emergencial.

Os resultados da pesquisa do custo da Cesta Básica na região do Vale do São Francisco mostram que o custo da Cesta Básica em Juazeiro (BA) foi de R$ 417,72 e em Petrolina foi de R$ 444,09 no início do ano. Petrolina aparece mais uma vez com preços mais altos em relação à Juazeiro.

Além do arroz, o preço do óleo e soja também depois este ano e pode continuar custando praticamente o dobro do que há um ano atrás. A inflação do produto no Brasil acumula alta de 87,5% nos 12 meses encerrados em fevereiro de 2021, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

16 + 8 =