Pré-candidato à Presidência da República pelo PSC vem a Pernambuco em busca de apoio

3

10312578_634335279989709_4865575976077213208_n - CópiaO pré- candidato à Presidencia da República pelo PSC, Pastor Everaldo Pereira, estará no Recife nesta segunda-feira (9) em evento em busca de apoio local. Vice-Presidente da legenda, ele apareceu com 4% das intenções de votos na última pesquisa do Datafolha sobre a corrida presidencial.

Amigo de longos anos, o carioca e pré-candidato a deputado federal,  Jonas Pereirão (PSL), também pastor há 17 anos no Recife, é um dos que receberá o Pastor Everaldo na capital pernambucana.

Pereirão preparou sua base na Igreja Mundial de Jesus Cristo, que é a matriz de seu ministério, o qual conta com oito igrejas no estado de Pernambuco, e tem como presidente o pastor americano Robert Wellman. A matriz está localizada no bairro de Areias. A reunião será realizada às 19h. (Foto: Assessoria/divulgação)

3 COMENTÁRIOS

  1. VERGONHA DE MIM

    Dedicado a minha querida presidenta Dilma Rousseff. que amo tanto, qua adoro, mas que continua a fazer coisas erradas, preste atenção presidenta no que disse um senhor chamado de OLIVEIRA:
    “Sinto vergonha de mim por ter sido educador de parte deste povo, por ter batalhado sempre pela justiça, por compactuar com a honestidade, por primar pela verdade e por ver este povo já chamado varonil enveredar pelo caminho da desonra.
    Sinto vergonha de mim por ter feito parte de uma era que lutou pela democracia, pela liberdade de ser e ter de entregar aos meus filhos, simples abominavelmente, a derrota das virtudes pelos vícios, a ausência da sensatez no julgamento da verdade, a negligência com a família, célula-Mater da sociedade, a demasia da preocupação com o ‘eu’ feliz a qualquer custo, buscando a tal ‘felicidade’ em caminhos eivados pelo desrespeito para com o próximo.
    Tenho vergonha de mim pela passividade de ouvir, sem despejar o meu verbo, em tantas desculpas ditadas pelo orgulho e vaidade, a tanta falta de humildade para reconhecer um erro cometido, a tantos ‘floreios’ para justificar atos criminosos, a tanta relutância em esquecer a antiga posição de sempre ‘contestar’, voltar atrás e mudar o futuro.
    Tenho vergonha de mim pois faço parte de um povo que não reconheço, enveredando por caminhos que não quero percorrer…
    Tenho vergonha de minha impotência, da falta de garra, das minhas desilusões e do meu cansaço.
    Não tenho para onde ir, pois amo este meu chão, vibro ao ouvir o meu Hino e jamais usei a minha Bandeira para enxurgar o meu suor ou enrolar o meu corpo na pecaminosa manisfestação de nacionalidade.
    Ao lado da vergonha de mim, tenho, tenho tanta pena de ti, povo deste mundo!”.
    Indo além disse o senhor Oliveira:
    ‘De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser HONESTO’.
    Presidenta Dilma Rousseff, por acaso você sabe quem é esse senhor Oliveira? Não sabe certamente, porque você é uma presidenta economista do “p”ensar “p”equeno, e sendo do “p”ensar “p”equeno, desvia grande parte das riquezas produzidas por todos os brasileiros, para gastar de maneira sigilosa do sigiloso ninguém sabe e nunca saberá, de maneira mais absurda em ditaduras sanguinárias como Cuba, Congo Brazzaville, Sudão, Gabão, Guiné que ultrapassam a casa de mais de US$ 3 bilhões ou mais de R$ 7 bilhões, dinheiro mais do que suficientes para concluir o Canal do Sertão em Alagoas que me parece um Estado da Federação, daria para adiantar de maneira conclusiva a Transposição do rio São Francisco, que essas duas grandes obras, quitadoras de parte da Dívida Social com mais de 15.000.000 de brasileiros NORDESTINOs, SERTANEJOS, padecentes de água e de alimentos, pela sua incompetência de governar o Brasil com falta de seriedade no trato da coisa pública, entre elas a compra da sucata de ferro velho chamada de refinaria Pasadena na terra de Obama pelo valor de US$ 1,3 trilhão, quando não vale US$ 300 milhões e pela execução do ‘Trabalho Escravo’ em médicos cubanos a mando do ditador sanquinário Fidel Castro, que leva por mês só US$ 35 milhões e você Dilma Rousseff que tanto combateu esse tipo inadmissível de ‘Trabalho Escravo’.
    Diante só resta afirmar: Tenho vergonha de mim.
    Fora Dilma, fora Dilma, fora Dilma, fora golpe terrorista no Brasil, fora Cuba, fora Fidel Castro e fora Lula.
    Viva a Real Democracia, com Cidadania, com Nacionalismo e AMOR à Pátria e a Familia. .

    fonte: http://www.diariodopoder.com.br/broncas/

    • Esse texto “vergonha de mim” não tem nada a ver com a reportagem acima. É um post infiltrado dentro de um comentário e feito de uma pessoa que não percebe solidariedade e ações sociais. Viva Dilma com seu governo de Ações Sociais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

vinte − 18 =