Políticos de Santa Cruz são detidos por suspeita de porte ilegal de armas

por Carlos Britto // 29 de janeiro de 2009 às 20:50

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve na noite da última quarta-feira (28) cinco homens suspeitos de porte ilegal de arma de fogo. A prisão ocorreu na rodovia federal BR-428, em Petrolina. Segundo a polícia, dois deles, Gilvan Sirino de Almeida, 38 anos, e Antônio José Barros Celestino, 39 anos, afirmaram ser, respectivamente, vice-prefeito e vereador da cidade de Santa Cruz.  Com o quinteto foram encontradas três armas calibre 38 e cerca de 18 munições do mesmo calibre. Uma das armas não era registrada. De acordo com os agentes que participaram da ação, o Gol com os homens teria passado em alta velocidade pelo posto da PRF. Os policiais de plantão acompanharam o carro com uma viatura. Durante a fiscalização, Antônio Celestino, o condutor do veículo, confirmou a existência de armas dentro do carro e se identificou como policial militar reformado. As armas, dois revólveres e uma pistola Taurus calibe 38, que estavam escondidas embaixo dos bancos dianteiros, não estavam registradas nos nomes dos ocupantes do veículo fiscalizado e uma delas sequer possuía qualquer registro. Os irmãos Antônio Sirino da Silva, Manoel Sirino de Almeida, 25 anos, Josenaulto Sirino de Almeida, 28 anos, e Gilvan Sirino de Almeida, 38 anos, e o condutor, Antônio Celestino, foram detidos e encaminhados com o armamento apreendido para a Delegacia de Polícia Civil em Petrolina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.