Polícias Civil e Militar da Bahia param de divulgar nomes e fotos de presos

2
Sede da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) — Foto: Cid Vaz/TV Bahia

As Polícias Civil e Militar da Bahia estão orientadas a não mais divulgar os nomes e as fotos de presos no estado, para não serem enquadradas na lei de abuso de autoridade. A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública baiana (SSP-BA).

Em vigor desde 3 de janeiro deste ano, a lei de abuso de autoridade cobre todo o país e definiu punições para condutas consideradas excessivas durante investigações e processos judiciais.

Sobre a divulgação de nomes e fotos de presos, a lei afirma que:

  • É proibido antecipar por meio de comunicação, inclusive rede social, atribuição de culpa, antes de concluídas as apurações
  • É proibido constranger o preso exibindo o corpo dele à curiosidade pública

Em casos de descumprimento da norma, o texto prevê que o policial seja responsabilizado e condenado a pena de até quatro anos de prisão.

Além da Bahia, ao menos outros 4 estado, além do Distrito Federal, confirmaram que estão cumprindo a lei: São Paulo, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. (Fonte: G1-BA)

2 COMENTÁRIOS

    • Ué cadê o governo pic@ das galáxias, não tem força para derrubar projetos ruins como esse? Cadê o líder do governo no senado, não é ele o pináculo da evolução humana, por que o governo não tem força para aprovar suas pautas no congresso?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome