PF dá orientações sobre prevenção ao golpe do ‘chupa cabra’

por Carlos Britto // 26 de agosto de 2022 às 16:43

A Polícia Federal (PF) em Caruaru, no Agreste, deflagrou nesta semana a operação ‘Polegar’, com o objetivo de elucidar a autoria de furtos realizados em terminais eletrônicos da Caixa Econômica Federal. As investigações tiveram início no ano de 2021, quando houve registros de furtos em Pernambuco, Caruaru, Belo Jardim, Santa Cruz do Capibaribe, Carpina, Paudalho, Paulista, Recife e Ipojuca.

A Caixa também informou outros delitos ocorridos no Rio Grande do Norte, Tocantins e Ceará. Esse tipo de crime constitui furto qualificado e organização criminosa, cujas penas ultrapassam os 15 anos de reclusão.

Como se proteger

A polícia orienta que, assim que qualquer pessoa for fazer pagamento ou saque com o cartão, deve puxar para fora o local onde ele é inserido. Se ele estiver sobreposto a algum dispositivo idêntico com fita adesiva dupla face, ele será facilmente retirado.

Deve-se observar se na parte de cima do caixa se não existe uma microcâmera, que via de regra tem formato retangular e possui um pequeno orifício apontado para o teclado.

E por fim, todas as vezes que for digitar a senha no teclado do caixa eletrônico, procurar colocar uma mão sobre a outra com o objetivo de impedir a filmagem de senha ou a visualização de pessoas que estão ao redor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.