PF conclui que gravação atribuída a marido de Marília pedindo dinheiro a agiota é falsa

por Carlos Britto // 24 de agosto de 2022 às 19:02

Foto: arquivo/Blog do Carlos Britto

Laudo produzido pela Polícia Federal (PF) de Pernambuco afirma que é falsa uma gravação atribuída ao marido da candidata ao governo do Estado, Marília Arraes (Solidariedade), em que ele era suspeito de ter pedido empréstimos a um empresário que atua como agiota para uso em caixa dois eleitoral.

Em novembro do ano passado, a PF abriu inquérito após ter apreendido o celular do motorista do empresário Sebastião Figueroa em uma operação. Em um áudio, o ex-vereador André de Souza, marido de Marília, pediria R$ 1 milhão em duas parcelas para Figueroa, supostamente para uso na campanha da esposa.

O laudo da PF, no entanto, descarta que a voz na gravação seja de Souza. A perícia foi pedida pelo próprio ex-vereador.

A defesa está fazendo tudo o que está ao nosso alcance, como parte, para que o inquérito seja concluído o mais breve possível uma vez que somos os maiores interessados em comprovar que não há, e nem nunca houve, nenhuma das irregularidades apontadas na denúncia que originou as investigações”, diz o advogado Walber Agra, responsável pela defesa do caso. (Fonte: Folha/SP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.