Petrolinenses renderão homenagens a Eduardo no primeiro ano de sua morte

1

Francis Governo PresenteNo dia 13 de agosto de 2014 o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, morria tragicamente num acidente aéreo em Santos, litoral paulista, durante sua campanha a presidente da República. Outros seis ocupantes do jatinho modelo Cessna 560XLS – dois pilotos e quatro assessores de Eduardo – também faleceram no acidente. Na semana em que a tragédia completa um ano, o ex-governador receberá homenagens em todo o estado. Petrolina não será diferente.

Os eventos estão programados para quinta-feira (13), data do primeiro ano de morte do líder socialista. Dois deles ficarão a cargo da coordenação do ‘Estação Governo Presente’ (criado por Eduardo em 2011 e implantado em Petrolina dois anos depois) e acontecerão nas escolas estaduais Jesuíno Antonio D’ávila e Eneide Coelho Paixão, ambas no bairro João de Deus.

De acordo com a coordenadora local do Governo Presente, professora Francis Teonília, serão plantadas 20 mudas de espécies nativas da região. A primeira atividade será às 8h, na Escola Jesuíno; a segunda acontece pouco depois, às 10h, na Eneide Coelho.

“É uma forma simbólica de homenagearmos Eduardo com alegria. Pra gente ele permanece vivo, porque estamos colhendo frutos”, diz Francis, referindo-se ao êxito do programa, que vem conseguindo reduzir a criminalidade nas comunidades onde atua – João de Deus, Serrote do Urubu, São Gonçalo e José e Maria – por meio de atividades de inclusão social.

Ela explica que, além do cultivo de mudas, haverá espaço também para discursos dos gestores escolares e lideranças comunitárias do bairro sobre os serviços prestados pelo ex-governador no município.

CPM   

O terceiro evento envolve uma comissão da qual o Governo Presente faz parte. Presidida pelo coronel PM Lira e pela vereadora socialista Maria Elena, a comissão – que também conta com a Gerência Regional de Educação (GRE), 8ª Gerência Regional de Saúde, coordenação do programa ‘Patronato’ e Agência do Trabalho – planejou uma homenagem a Eduardo no Colégio da Polícia Militar (CPM), às 16h da quinta-feira. A escolha, segundo a professora Francis, também é marcada por simbolismo. “Foi a primeira obra inaugurada por Eduardo em Petrolina”, explica.

A solenidade, da qual farão parte diversas autoridades do município, incluirá um abraço simbólico no CPM, localizado na PE-626.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome