Petrolina se destaca e é a 8ª cidade de Pernambuco com o maior número de microempreendedores individuais

5
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

A Prefeitura de Petrolina está comemorando o acentuado aumento no número de microempreendedores individuais (MEIs) formalizados na cidade. Segundo a assessoria da prefeitura, hoje a cidade é a oitava do Estado de Pernambuco com o maior número de trabalhadores formalizados nessa categoria.

De acordo com dados do Sebrae Pernambuco, Petrolina fechou, em 2017, 12.149 cadastros do MEI; este ano, mais de 610 novos microempreendedores já foram formalizados.

Fazendo um comparativo, no Sertão do São Francisco foram contabilizados um total de 13.183 MEIs, sendo que Petrolina corresponde a 96,7% deste valor, garantindo a oitava colocação em relação ao Estado de Pernambuco, ficando atrás apenas do Recife, Jaboatão, Olinda, Paulista, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho e Caruaru.

De acordo com o diretor-presidente da Agência do Empreendedor de Petrolina (AGE), Sebastião Amorim, a gestão municipal, através do projeto AGE Itinerante, também veio para aumentar o número de formalizações, fortalecendo e descentralizando os serviços da agência, levando para os bairros capacitações, consultorias e linhas de créditos orientadas que fez com que os números ficassem ainda mais positivos.

MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) é a forma de regularização para quem trabalha por conta própria, que permite o trabalhador possuir CNPJ, emitir notas ficais, fazer a contratação de funcionários e contribuir para o INSS. O faturamento anual máximo de um MEI deve ser de R$ 81 mil.

5 COMENTÁRIOS

  1. Destaque seria se Petrolina estivesse no mínimo com a quarta posição, pois, proporcionalmente à população, estaria em uma situação mais adequada. Petrolina tem hoje a quinta maior população de Pernambuco, mas só está na oitava posição em nível de formalização de MEI’s, perdendo para municípios com população inferior, tais como, Paulista, Cabo e Camaragibe, este último com menos da metade da população de Petrolina, mas com uma quantidade de formalização bem acima que a da nossa cidade.

    • Você esqueceu que Petrolina fica no São Francisco, tão esquecido pelo Governo do Estado, e esses outros municípios ficam na RMR e/ou na área de influência do Porto de Suape, regiões que recebem mais investimentos públicos e privados, senão a quase totalidade. Portanto, correto o blog ao falar em destaque.

      • E o que isso têm a ver? Atividade empreendedora não precisa de governo, alias ninguém precisa de governo, a única coisa que o governo pode fazer pelos empreendedores é sair da frente deles. Já parou para pensar em disponibilidade e fluxo de capitais, aumento per capita de renda, mudanças em padrões de consumo de pessoas, que podem ter maior influência e maior ocorrência nestas cidades do que em Petrolina?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome