Petrolina mantém baixo risco de infestação pelo Aedes aegypti, aponta Secretaria de Saúde

0
(Foto: Arquivo Divulgação)

liraa-dengue

Petrolina continua longe da ameaça do mosquito Aedes aegypti – o transmissor da dengue, Chikungunya e Zika. Esse foi o resultado do 6º Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), realizado pela Secretaria Municipal de Saúde.

A pesquisa aponta 0,6% para infestação do mosquito transmissor, considerado de baixo risco. O índice se manteve em relação à pesquisa anterior.

Entre os bairros com maior infestação do Aedes estão João de Deus, Loteamento Bela Vista e Loteamento Nova Vida, com 2,5%; em seguida vêm São Gonçalo, Jardim Petrópolis e Vila Chocolate, com 1,4%. “É fundamental que a população se mantenha vigilante dentro de suas casas e no seu bairro, para evitar a proliferação do mosquito”, alertou a secretária de Saúde, Mara Gonçalves. As informações são da assessoria. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome