Petrolina já tem local onde será instalada primeira usina heliotérmica da América Latina

2

usina heliotérmica/Foto reproduçãoPetrolina será contemplada, em breve, com uma usina de energia heliotérmica (através da radiação solar) . O assunto foi discutido ontem (25), numa reunião entre o diretor-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), Gleidson Castro, e a equipe do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel), no prédio da AMMA, Centro da cidade.

A usina será a primeira na América Latina e terá capacidade para gerar 1 megawatt de energia por meio da transformação térmica dos raios solares. O empreendimento, ligado à geração de energia limpa, pretende gerar e realizar pesquisas em energia heliotérmica.

Na ocasião, também foi pautada a obtenção da licença ambiental do projeto. A plataforma experimental será implantada no Projeto de Irrigação Pontal Sul, terreno cedido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). A obra terá um custo estimado em R$ 27,5 milhões e contará com tecnologia de cilindros parabólicos que produzem energia elétrica a partir da conversão da energia solar em calor com alta temperatura, utilizando diferentes arranjos de espelhos que concentram a irradiação solar direta.

Esse é o segundo projeto de energia limpa elaborado para Petrolina. No final de 2012 a prefeitura entregou a licença prévia de instalação da usina de energia solar para a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), que gerará 3 megawatts e realizará pesquisas na área. A cidade foi escolhida para essas modalidades de energia devido à grande incidência de radiação solar, a baixa precipitação e a posição estratégica que favorece a infraestrutura científica e tecnológicas das usinas. As informações são da assessoria da prefeitura.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome