Petrolina e Juazeiro iniciam ações da campanha de combate ao trabalho infantil

1
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

As prefeituras de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) deram início à campanha de combate ao Trabalho Infantil. Ontem (12), Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil foram realizadas atividades nas duas cidades. As ações serão desenvolvidas ao longo do mês e visam assegurar os direitos de crianças e adolescentes, conforme previsto no Estatuto da Criança e Adolescente, identificando possíveis formas de trabalho infantil nos diversos espaços da cidade.

Na cidade pernambucana, as ações ocorreram na Praça do Bambuzinho, no Centro. Durante toda a manhã, 25 crianças – entre 5 e 7 anos – da Escola Municipal Professora Maroquinha participaram de brincadeiras de roda, oficinas de pintura e contação de histórias. Além disso, as equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e da Secretaria de Educação realizaram abordagem corpo a corpo com a população e panfletagem nos semáforos, para lembrar que “Criança não trabalha, criança dá trabalho”.

A partir de agora, a Prefeitura de Petrolina dá início a uma série de ações de combate ao trabalho infantil durante os festejos juninos. Para o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Jorge Assunção, os petrolinenses precisam estar atentos às diversas formas que existem de exploração do trabalho infantil. “Nós precisamos conscientizar as pessoas que exploração não é só na rua, mas também dentro de casa, quando os responsáveis impõem à criança ou ao adolescente a responsabilidade exclusiva dos afazeres domésticos, impedindo-o de estudar e brincar. Criança tem que estudar e brincar“, destacou.

Juazeiro

Em Juazeiro, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) realizou ações no centro da cidade, mais precisamente na Praça Santiago Maior. Brincadeiras, dinâmicas e entrega de material educativo fizeram parte das atividades que chamaram a atenção do público que passava pelo local.  A Secretaria de Educação e Juventude e a Secretaria de Saúde são parceira nas ações desenvolvidas de forma intersetorial.

Ao longo do mês, serão realizadas ainda abordagens sociais diárias e noturnas em vários pontos da cidade, palestras em escolas, distribuição de material informativo e educativo, além de uma campanha em vídeo com depoimento de integrantes da rede de combate ao trabalho infantil e personalidades do município. O primeiro vídeo, já disponível nas redes sociais do município, traz a fala do titular da Vara da Infância e Juventude de Juazeiro, juiz José Carlos Nascimento.

Para a titular da SEDES, Cida Gama o dia 12 serve também para que o trabalho realizado pelo município no decorrer do ano ganhe visibilidade. “Precisamos cada vez mais chamar a atenção da população para a questão do trabalho infantil, que muitos ainda consideram normal. Não podemos achar normal criança trabalhar, nem alimentar o trabalho infantil. Precisamos enfatizar que a denúncia precisa ser feita, que precisamos agir sempre que presenciarmos uma situação de trabalho infantil. O município tem feito sua parte, mas é preciso a contribuição da sociedade nesta luta”, destacou.

(Foto: Ascom PMJ/Divulgação)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome