Pela segunda vez no ano, número de homicídios reduz em Pernambuco; Sertão é um dos destaques

por Carlos Britto // 15 de março de 2021 às 11:00

(Foto: Reprodução)

Não foi apenas a redução nos crimes patrimoniais que se destacou em Pernambuco no mês de fevereiro último. Pela segunda vez este ano, o número de homicídios também teve uma retração. No mês passado houve 262 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) no Estado – 33 a menos em relação ao fevereiro de 2020 (295). Em termos percentuais, a redução foi de 11,2%. No acumulado do ano, o recuo nos assassinatos ficou em um patamar aproximado: -11,1%, o que significa 70 óbitos a menos este ano. No último bimestre, 561 vidas foram perdidas para a violência, contra 631 no mesmo período do ano anterior.

As estatísticas de fevereiro colocaram o mês em uma posição de destaque na série histórica do Pacto pela Vida. Esse foi o segundo mês do ano menos violento desde fevereiro de 2014, quando houve 261 vítimas de CVLI. Nesse período, sete fevereiros apresentaram indicadores acima. Quando considerados todos os meses da linha do tempo, fevereiro apresentou o menor índice de homicídios em 19 meses. Esbarrou em julho de 2019, quando 249 vidas foram retiradas de forma criminosa.

A retomada da linha descendente dos homicídios significa, fundamentalmente, que os órgãos reunidos no Pacto pela Vida estão conseguindo vencer batalhas importantes contra a violência, que ainda é, junto com a pandemia, o maior desafio do Brasil e de boa parte do mundo. Temos a consciência de que nossos patamares de CVLI são altos. Fazê-los retrair está além de estatísticas, pois estamos falando de vidas, famílias poupadas da ação de criminosos. Aproveitamos a ausência de Carnaval, que costuma monopolizar o efetivo para a garantia da folia nos polos, para investir na prevenção e repressão à criminalidade, na atuação policial focada nas áreas quentes, especialmente por meio da Operação Zodíaco. Só em fevereiro, 204 homicidas foram presos. Não temos escolha, nosso trabalho tem de melhorar e ser mais efetivo a cada dia“, analisou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

Zona da Mata e Sertão

Em fevereiro deste ano os homicídios reduziram na Zona da Mata (-26,39%, de 72 no mesmo mês do ano passado para 53), no Sertão (-25%, de 44 para 33), no Agreste (-10,94%, de 64 para 57) e no Recife (-1,96%, de 51 para 50). O único aumento ocorreu na Região Metropolitana, com percentual de 7,81% – 69 em fevereiro último, contra 64 no mesmo mês de 2020. No somatório do bimestre, em confronto com o do ano anterior, a maior retração foi verificada no Agreste (-21,62%, caindo de 148 mortes para 116), seguida pelo Sertão (-14,81%, ao diminuir de 81 para 69), Zona da Mata (-13,79%, recuo de 145 para 125) e RMR (-3,77%, de 159 para 153 crimes contra a vida). O Recife, nesse recorte, manteve-se no mesmo cenário: 98 CVLIs em cada um dos bimestres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.