Pela segunda vez, Marcos Loreto assume presidência do TCE-PE prometendo combate à corrupção

por Carlos Britto // 11 de janeiro de 2018 às 06:40

Em concorrida sessão, que teve a presença do governador Paulo Câmara, do prefeito do Recife, Geraldo Júlio e de várias outras autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o conselheiro Marcos Loreto assumiu nesta quarta-feira (10), pela segunda vez, a presidência do Tribunal de Contas de Pernambuco em substituição ao conselheiro Carlos Porto.

Ele prometeu fazer do combate à corrupção a prioridade de sua gestão, frisando que faz parte da “imensa legião de brasileiros” que encara a corrupção como “um mal a ser combatido em todos os campos e níveis, dos funcionários fantasmas aos gestores que cometem irregularidades“.

Loreto foi saudado na sessão especial de posse pelo conselheiro Dirceu Rodolfo, para quem o compromisso do novo presidente com o combate à corrupção não é uma mera “frase de efeito” e sim um compromisso de vida herdado dos seus ancestrais pelos lados materno e paterno.

Seu pai, Sylvio Loreto, foi professor e diretor da Faculdade de Direito do Recife, e sua mãe, Liana Coelho, pedagoga e irmã dos professores e bacharéis em Direito Gilvandro, Germano e Fernando Coelho.

A sessão foi aberta pelo conselheiro Carlos Porto, que num discurso sucinto fez as suas despedidas e desejou boa sorte ao sucessor.

Autoridades

A mesa foi composta pelos sete conselheiros, além do procurador do Ministério Público de Contas Cristiano Pimentel, do auditor geral Marcos Flávio Tenório de Almeida, do governador Paulo Câmara, do vice-governador Raul Henry, do prefeito Geraldo Júlio, do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Leopoldo Raposo, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Guilherme Uchoa, do senador Fernando Bezerra Coelho, do presidente do TRF da 5ª Região, Manoel Ehardt, do ministro José Múcio Monteiro Filho (TCU), dos desembargadores Agenor Ferreira Lima Filho e Valdir Carvalho (representando, respectivamente, o Tribunal Regional Eleitoral e o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª região) e do presidente da OAB-PE, Ronnie Preuss Duarte.

O presidente eleito da Atricon, conselheiro Fábio Nogueira (TCE-PB), veio especialmente de João Pessoa (PB) para prestigiar a solenidade e se disse convencido de que Loreto fará uma gestão a altura das tradições do TCE-PE, que é um dos mais conceituados do Brasil. As informações são da assessoria. (Foto/divulgação)

Pela segunda vez, Marcos Loreto assume presidência do TCE-PE prometendo combate à corrupção

  1. Sempre Atento disse:

    Sempre esta mesma conversa,como é que eles vão combater,quem coloca eles lá dentro,esta conversa o povo já cansou de ouvir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.