Paulo Valgueiro solicita ações da prefeitura para minimizar cenário preocupante no Beco da Cultura

5
Fotos: WhatsApp/Blog do Carlos Britto

O cenário preocupante do Beco da Cultura, localizado entre a Rua Marechal Deodoro da Fonseca e a Travessa Treze de Maio, no Centro de Petrolina, descrito por uma leitora a este Blog semanas atrás, acabou chegando até a Câmara de Vereadores. O local vem, aos poucos, se transformando numa nova ‘cracolândia’, o que tem deixado moradores e comerciantes da área apreensivos. Para completar, o local está servindo também de ‘banheiros’ improvisados, causando diariamente um forte odor de urina.

O líder da bancada de oposição, vereador Paulo Valgueiro (PSD), foi o autor de um requerimento (315/20), pedindo providências à prefeitura. Valgueiro solicita ações dos secretários Giovanni Costa (Desenvolvimento Urbano e Habitação) e Jorge Assunção (Desenvolvimento Social e Direitos Humanos) para tentar reverter esse quadro.

Pelo requerimento, Valgueiro está solicitando a revitalização e limpeza do Beco da Cultura, a construção de banheiros públicos para atender à população que circula no centro comercial, a notificação do proprietário de um terreno na Marechal Deodoro (em frente ao Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, para que mure o terreno – que vem servindo para reuniões de usuários de drogas e a implementação de rondas ostensivas da Guarda Civil Municipal (GCM) para garantir a segurança de quem mora, trabalha ou simplesmente circula pelo local. Essa parte é de responsabilidade de Geovanni Costa.

Em relação ao secretário Jorge Assunção, o líder oposicionista pede ao mesmo que faça o acolhimento das pessoas em situação de rua e dos usuários de drogas que se estabeleceram naquelas imediações. O requerimento foi aprovado por unanimidade (19 votos a zero) na sessão plenária da Casa Plínio Amorim na última terça (15).

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome