Paulo Câmara sanciona redução de ICMS e ampliação do Auxílio PE

por Carlos Britto // 15 de julho de 2022 às 14:30

Foto: Heudes Regis/SEI-PE

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, sancionou, nesta sexta-feira (15), a lei nº 17.898, que estabelece teto de 18% para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis, energia elétrica e telecomunicações. A sanção foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado. A lei foi aprovada, na quinta-feira (14), pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e faz referência à Lei Complementar Federal 194/2022. A alíquota cobrada pelo Estado era de 29%.

“A perda estimada em arrecadação do Estado de Pernambuco deve ficar em torno de aproximadamente R$ 4 bilhões, verba que iria para saúde, educação e políticas sociais”, disse o governo, em nota. O valor do ICMS cobrado na gasolina, por exemplo, deverá sofrer uma redução de mais de R$ 0,52.

A implantação da redução do ICMS foi sancionada pelo governo federal em 23 de junho. Desde essa data, Pernambuco foi um dos estados que apresentou a maior queda percentual no preço do litro da gasolina, por conta de alterações no cálculo.

Auxílio Pernambuco

Também hoje, Paulo sancionou a lei que amplia o Auxílio Pernambuco para mais 28 municípios da Mata Sul e do Agreste Meridional que foram atingidos pelas chuvas do início de julho. Para isto, ele liberou mais R$ 22 milhões. É a terceira expansão do recurso, que chega ao total de R$ 151 milhões, com 100.319 famílias beneficiadas.

Na primeira etapa do Auxílio, voltada a 30 municípios, 99,06% dos recursos estaduais já foram liberados, o que corresponde a R$ 121 milhões. Considerando outros seis municípios incluídos posteriormente na previsão de recebimento do benefício e os 28 agora inseridos, o montante total disponibilizado aumentou 25%.

Paulo Câmara sanciona redução de ICMS e ampliação do Auxílio PE

  1. Pé no Saco disse:

    A perda da arrecadação tá de brincadeira esse governo,mete a faca sem pena e vem com essa conversa para enrolar eleitores do PT e alguns jumentos.

  2. Komiko Sujiro disse:

    Essa expropriação de 29% de ICMS não chegava ao cidadão do Vale do São Francisco, e em nenhum outro lugar do Sertão. Agora essa diminuição para 18% chegará sim, nos preços da gasolina, do gás e do serviço de telecomunicações e, por consequência, na redução do custo de vida. O governador que pare de inchar a máquina pública às custas do sofrido contribuinte. Basta fechar essas secretarias ideológicas, essas empresas e autarquias estaduais. Por exemplo, qual sentido de ter uma editora pública (CEPE)? Fecha tudo e foca em saúde, educação, segurança, estradas que estão um caos em Pernambuco.

  3. Bosco disse:

    Esses que faz agressão com o próximo chamando de jumento. Poderia se informar um pouco mais da palavra de Drus. Somos tds irmãos

  4. Alguém disse:

    Vag seu arrombado, nunca mais apareça na política de Pernambuco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.