Paulo Bomfim minimiza críticas na saúde pública de Juazeiro e afirma estar “focado”

2

O prefeito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim, minimizou as críticas acerca da saúde pública no município, em especial aquelas referentes ao atendimento na maternidade pública. Segundo Bomfim, que concedeu entrevista ao talk Show do Blog na última sexta (2), a maternidade recebe pacientes de nada menos que 53 municípios da Rede PEBA (Pernambuco-Bahia), e vem dando conta da demanda.

Usando a capital do Estado, Salvador, para fazer uma referência do trabalho feito em Juazeiro, o prefeito lembrou que Salvador não tem sequer maternidade municipal. “Já a nossa maternidade realiza 450 partos/mês, o que dá cerca de 5 mil/ano, com profissionais qualificados”, destacou, lembrando que existe uma pactuação com municípios que integram a Rede PEBA.

Sobre a Atenção Básica, o gestor também ressaltou que a área teve um avanço importante nos últimos anos, chegando a garantir atualmente a assistência de 93% da população. “Em Salvador apenas 31% da população tem cobertura da Atenção Básica”, disse.

Bomfim citou ainda a entrega de oito novos postos de saúde, a reforma da UPA, do Serpris (para atendimento a pessoas com deficiência) e do Centro de Saúde III (no Angary), além de novos equipamentos para a maternidade e o Hospital da Criança, obtidos por meio do Governo da Bahia. O prefeito lamentou que a diminuição de repasses do governo federal estejam comprometendo mais investimentos na área, porém garantiu estar priorizando a saúde pública do município. “Estou com foco na saúde de Juazeiro e continuarei trabalhando para melhorar a qualidade de vida da população”, pontuou.

2 COMENTÁRIOS

  1. Pague o que é de direito às funcionários, como a insalubridade e o prêmio dos Agentes de Combate às Endemias… Desde 2009 Juazeiro vem apresentando baixo índice de dengue, zika e shigungunha graças ao nosso trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

8 + doze =