Paulo Bomfim decreta estado de emergência na saúde em Juazeiro e anuncia novas medidas preventivas contra o Covid-19 e H1N1

0
Foto: Ascom

Na manhã desta terça-feira (17) o prefeito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim, decretou situação de emergência na saúde do município e anunciou novas medidas de prevenção contra o novo coronavírus e o H1N1, válidas até o final deste mês, podendo ser prorrogável por mais tempo.

Neste período de situação de emergência, o foco será as ações preventivas e a prioridade ao atendimento e acompanhamento dos casos notificados com suspeitas do Covid-19 ou do H1N1. Também foram suspensas as férias dos servidores da Secretaria de Saúde para que a equipe não fique desfalcada. Já as aulas da rede municipal de ensino e as demais medidas do decreto anterior foram prorrogadas até o dia 31.

Paulo Bomfim também tem mantido contato diário com o governador Rui Costa e com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, trocando informações e reforçando a parceria. “O Estado é nosso parceiro de todas as horas e, nesse momento, não seria diferente. Esperamos que com essas ações que estamos adotando, e com a população fazendo a sua parte, adotando os protocolos de higienização e de segurança, possamos evitar que Juazeiro seja atingida em larga escala por esse vírus”, declarou o prefeito.

Entre as medidas decretadas em Juazeiro também estão a entrega do kit de merendas para os alunos das creches, dispensa dos servidores acima de 60 anos e gestantes, a suspensão dos programas de convivência de idosos e de crianças (que são realizados pela Secretaria de Saúde), os reagendamentos da Casa do Bolsa Família, a distribuição de talheres descartáveis e ‘quentinhas’ nos Restaurantes Populares e a suspensão do Festival de Teatro Wellington Monteclaro 2020 e dos Espetáculos Sacros apoiados pela Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte).

Casos

Até esta terça-feira (17) a Secretaria de Saúde de Juazeiro informou que existem 4 casos suspeitos do novo coronavírus, 2 descartados e 2 em investigação. Já de H1N1 foram notificados 26 casos – 15 em investigação e 5 confirmados, além de 1 óbito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome