Patrício Valgueiro usa a tribuna e reafirma declarações

por Carlos Britto // 11 de fevereiro de 2009 às 20:15

Patrício Valgueiro acaba de usar a tribuna. Como Claudo Massini não apresentou qualquer novidade. Também segurou as mesmas informações da entrevista coletiva e reafirmou o compromisso do prefeito apenas com as pessoas. A sessão não apresenta nada de novo e os vereadores precisam endurecer. Jogar para platéia não acrescenta nada.

Patrício Valgueiro usa a tribuna e reafirma declarações

  1. Felipe disse:

    O secretário foi feliz em suas colocações, segundo informações de quem acompanhou a sessão. Mas é preciso cumprir o prometido.

    A Venâncio tem que trabalhar de acordo com a legislação vigente.

    Parabéns prefeito, foi um ato de coragem…

  2. Vânia disse:

    Temos é que parabenizar o prefeito.

    SANEPAV agora é vítima?

    Todos os vereadores aí sabem que de vítima não tem nadinha…

  3. O Pensador disse:

    Independente do que aconteceu, o povo é quem paga a conta e fica sem o serviço. Todos correm atras do melhor pra si e o povo que se dane

  4. Claudio disse:

    Agora lascou mesmo.

    É esse menino buchudo que representa o Prefeito???
    Já vi esses 4 anos serão duros…

    Salve-se quem puder !!!

  5. Roberto Carvalho disse:

    A informação que tive foi de que a audiência foi extremamente morna e que a Prefeitura comprovou que de nada conhece do assunto…

  6. O Pensador disse:

    Conclusão, com esta equipe aí so nos resta como Petrolineneses fazer uso da bolsa vasilina para aliviar um pouco.

  7. Watergate disse:

    Patricio é um muleke!
    Acredita ser o proprio prefeito, tamanha a empafia!

  8. Opara disse:

    Este aprendiz de anão de Branca de Neve não sabe o que diz… está delirando nas palavras. Patrício, saia daí ou vc vai afundar a administração de Júlio Lóssio.

  9. antonio carlos disse:

    Já estou com pena do povo de Juazeiro a sanepav chegou, mais não foi por falta de aviso. se deixarem o rombo vai ser pior que aqui em Petrolina. ele não quer demitir os funcionários para eles não poderem ser admitidos pela outra empresa e isto ninguem fala.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *