Parnamirim confirma seu primeiro caso do novo coronavírus

1

A Secretaria de Saúde de Parnamirim (PE), no Sertão Central, confirmou o primeiro caso do novo coronavírus (Covid-19) no município nesta segunda-feira (20). O paciente, um homem de 42 anos e morador da zona urbana, realizou o teste rápido que confirmou a doença.  Ele está em quarentena domiciliar e apresenta sintomas leves. Os familiares do paciente estão sendo monitorados por uma equipe da Secretaria de Saúde e permanecerão em quarentena.

Com a confirmação deste caso, o boletim tem até o momento com 18 pessoas monitoradas por síndromes gripais, 19 casos de Covid-19 descartados, um suspeito e um confirmado. “Estamos reforçando o pedido para que as pessoas fiquem em casa. Com a doença confirmada em nosso município, o isolamento social é ainda mais importante”, ressalta a secretária municipal de Saúde, Helga Sampaio.

Para conter a disseminação do vírus, a prefeitura instalou três barreiras sanitárias em acessos ao município. “Estamos fazendo um esforço conjunto com profissionais de saúde, da vigilância sanitária e de outros setores para impedir que o vírus se espalhe em nossa cidade. A barreira do principal acesso funcionará 24 horas por dia. Com as barreiras, esperamos controlar o tráfego de pessoas em nosso município, especialmente aquelas com algum sintoma gripal”, explica o prefeito do município, Tácio Pontes.

O gestor também editará um decreto proibindo a circulação de pessoas sem máscara de proteção no município. “Tomaremos as medidas necessárias para que a população só circule com segurança. Vamos reformar as equipes da Vigilância Sanitária para assegurar o cumprimento das medidas“, finaliza.

Medidas

A Prefeitura de Parnamirim está realizando a desinfecção de locais que prestam serviços essenciais, como agências bancárias, casas lotéricas e supermercados. O trabalho é realizando antes da abertura desses locais e após o funcionamento. Além disso, o município irá distribuir 2.600 kits de merenda escolar aos alunos da rede municipal de educação e 550 cestas básicas às famílias mais vulneráveis indicadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

1 COMENTÁRIO

  1. Pessoal não vamos deixar esse vírus se espalhar por nossa cidade, fiquem em casa, mas se precisar sair tem de manter o distanciamento social, lavar as mãos e usar a máscara de tecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome