Pacto pela Saúde é discutido em Ouricuri (PE)

1

pacto-pela-saúde_640x425O secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Figueira, recebeu, na última semana, os gestores, políticos, conselheiros de saúde e a população de 11 municípios do Sertão do Araripe com o objetivo de detalhar os indicadores regionais do Pacto pela Saúde, que têm ligação direta com os índices de mortalidade por causas consideradas ‘evitáveis’. O evento fez parte de uma série de audiências públicas que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) está promovendo em todo o Estado e foi realizado em Ouricuri, no auditório da 9ª Geres.

O Pacto pela Saúde é uma ferramenta de gestão que detalha indicadores da atenção à saúde dos 184 municípios de Pernambuco e do Arquipélago de Fernando de Noronha. Para alcançar as metas estabelecidas, a SES acompanha, mensalmente, os indicadores de saúde que demonstram o desempenho da rede de serviços de todo o Estado e os quais têm relação direta com as mortes consideradas evitáveis ou reduzíveis – aquelas que poderiam não ter ocorrido (em sua totalidade ou em parte) se houvesse a presença efetiva de serviços de saúde em uma determinada região.

Dos índices analisados na 9ª Geres, dois apresentaram situação insatisfatória: a cobertura de exames de mamografia e citopatológicos do colo do útero, dois exames muito importantes por promover, de forma precoce, o diagnóstico do câncer, que possibilita um tratamento mais exitoso da doença. Ambos estão com indicadores abaixo da meta em todos os 11 municípios da região.

Por outro lado, em nove municípios, a proporção de gestantes com sete ou mais consultas de pré-neonatal apresenta percentual igual ou maior que 70%, superando a meta do Pacto pela Saúde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a realização de pelo menos seis consultas nas gestantes, como uma forma simples de proteger a saúde da mãe e do bebê. Outro destaque da região é a cobertura do Programa de Saúde da Família, que atingiu a meta, com cobertura superior a 70% da população em todos os 11 municípios da regional. As informações são da assessoria.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome