Os times do Sertão e os prejuízos incalculáveis pós-pandemia

0
Foto/reprodução

Não será nada fácil a vida dos times do Interior na elite do Campeonato Pernambucano 2020, quando a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) acabar. Nessa lista, a Fera Sertaneja deverá ser um dos clubes mais prejudicados.

O representante de Petrolina já vinha atravessando sérias dificuldades financeiras antes mesmo disso tudo acontecer. Talvez o que sofrerá menos seja o Afogados, que passou por duas fases na milionária Copa do Brasil e amealhou nada menos que R$ 1 milhão.

Em Juazeiro (BA), o cenário não é menos sombrio. O clube presidido pelo deputado Roberto Carlos só tinha o Baianão este ano para disputar. Com o início da pandemia, ele teve de desmontar praticamente o time inteiro. Infelizmente 2020 será um ano para ser lembrado como aprendizado, mas esquecido pelos dirigentes quanto a questão é investimentos, que foram para o ralo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome