Operação Papai Noel 2019 começará mais cedo no Centro de Petrolina

0
Foto: Ascom Sindilojas/divulgação

Fruto de uma parceria entre o Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina (Sindilojas), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), polícias Militar e Civil, Guarda Civil Municipal (GCM) e Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), a Operação ‘Papai Noel’ começará mais cedo este ano: a partir de 18 de novembro. O objetivo é intensificar ações de segurança pública na área central do comércio no período das festividades de final de ano, quando naturalmente o fluxo de consumidores aumenta, tanto pelas compras de Natal quanto pelo pagamento do 13º salário. A operação se estenderá até 7 de janeiro de 2020.

Os detalhes foram acertados na manhã de ontem (18), na sala de reunião da CDL, entre representantes do comércio varejista e autoridades das instituições de segurança. Uma das novidades nesta edição é que durante o período do evento, policiais deverão orientar a população sobre o Programa ‘Alerta Celular’.

No ponto fixo que ainda será determinado para a base da operação, um computador servirá para cadastrar os telefones dos cidadãos neste programa, que é desenvolvido pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco e é bastante exitoso, sendo copiado, inclusive, por vários Estados. Caso um telefone seja extraviado, roubado ou até mesmo perdido, a pessoa cadastrada entra no sistema, dá o alerta e os policiais militares do BIEsp e do 5º BPM poderão localizar este aparelho em posse de meliantes”, explica o comandante do 2º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (BIEsp), tenente coronel André Luiz.

O presidente da CDL, Manoel Vilmar, reforça a importância da Operação Papai Noel. “Esta ação é tradicional e visa a coibir o número de assaltos e furtos durante o período de festas de fim de ano, em que a população transita mais pela área comercial com aporte de recursos. Portanto, é preciso que sejam concentrados esforços no sentido de garantir mais segurança ao cidadão e aos lojistas“.

Avaliação

Durante o período da Operação, os órgãos de segurança irão avaliar semanalmente a Operação, com o intuito de que o planejamento de efetivo e ações seja cada vez mais assertivo. O presidente do Sindilojas Petrolina, Joaquim de Castro, reafirma o apoio do comércio varejista à iniciativa. “Reconhecemos o trabalho de todos os órgãos aqui representados, sobretudo quando sabemos os desafios que eles enfrentam na execução de suas atividades diárias. A presença das instituições de segurança pública em atuação na área comercial, possibilitam uma importante sensação de segurança para o transeunte, ao mesmo tempo que inibe a ação de meliantes. Desta maneira, mais uma vez, somos parceiros desta iniciativa que só tem agregado resultados positivos para todos nós“, pontuou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome