Odacy fala de propostas e polemiza: Rusgas com Adalberto teriam sido alimentadas por seu ex-grupo político

0

odacy2 (1)Dando sequência à série de entrevistas com os candidatos da proporcional, o Blog recebeu na terça-feira (5) o deputado estadual Odacy Amorim (PT), que falou se suas propostas para alcançar o segundo mandato nas eleições deste ano.

Com a experiência de quem já foi vereador, secretário municipal, prefeito de Petrolina e assessor especial do governo do estado, o deputado deu detalhes sobre o trabalho desenvolvido na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e das perspectivas para o segundo mandato. Bem avaliado e com números expressivos nas pesquisas, Odacy mantém a serenidade sem perder o foco. E não foge de polêmicas, como a declaração de que as divergências do passado entre ele e o candidato a deputado federal Adalberto Cavalcante foram criadas por seu ex-grupo político (de Fernando Bezerra Coelho):

Blog – Um dos debates acalorados que o senhor travou  foi com o deputado Adalberto Cavalcanti. Chegou a dizer que ele havia fraudado um concurso e agora você está dobrando com ele. Não fica difícil para o eleitor confiar numa junção como esta? O que mudou?

Odacy AmorimNa política, os debates são acalourados e realmente este debate com Adalberto esquentou. Você tem aí os órgãos de fiscalização que avaliam as coisas e tem a questão da conjunção política, e nós construímos esta aliança com Adalberto, que foi realmente o maior adversário que enfrentei aqui na eleição, mas que foi alimentado principalmente pelo grupo do qual eu fazia parte, que alimentava Adalberto como um carrasco para poder estar no meu encalço. Sinceramente, nunca entendi por que isso. Mas era esta a construção que se alimentou. A própria estrutura da Codevasf era alimentada no sentido de que Adalberto pudesse ser uma arma naquela região e eu sou uma pessoa de diálogo e construí um diálogo, porque eu tenho capacidade para dialogar com qualquer força política de Petrolina. Por exemplo, com o prefeito Julio Lossio, com o grupo de Fernando Bezerra. A composição com Adalberto se dá no sentido de que estamos apoiando o mesmo candidato a governador, o mesmo senador, mesma presidenta. Então, estamos construindo para atender os grandes desafios do Vale do São Francisco.

Blog- O senhor foi um deputado de projetos interessantes, mas agora como candidato à reeleição o que pretende buscar num possível segundo mandato?

O.A – Nós temos um desafio aqui, que é a fruticultura. Tivemos uma crise econômica e o nosso Vale do São Francisco não quebrou por causa do mercado interno, então nós precisamos defender isso: o fortalecimento do mercado interno. Mas voltar a ocupar o espaço na exportação. E estender isso também para a economia do sequeiro da caprinocultura, ovinocultura, a questão da perfuração de poços. Precisamos discutir a questão do Pontal, porque o Pontal se tornou uma coisa de uma empresa só e nós vamos discutir isso. Vai ser uma bandeira de luta no próximo mandato criar uma raça de ovinos, que é o berganês, que é uma coisa que tem sido estudada. Além disso tem a construção de abatedouros de frangos, porque nós estamos crescendo, estamos defendendo a implantação de um polo avícola. Vou defender também que o governo do estado implante depósitos juntamente com a Conab de abastecimento de milho.

Blog- Você conhece o problema da água. Como é que poderemos romper com esta dificuldade?

O.A – Quando fui prefeito, fiz um acordo com o governo do estado e tive na mão o direito de expulsar a Compesa de Petrolina. Elaborei um plano de metas e a Compesa foi obrigada a cumprir, que era universalização do acesso, redução de tarifas, e este plano de metas está sendo cumprido com muitas obras interessantes. E eu tenho a alegria de ter sido o prefeito que definiu isso. Nós queremos o aumento da oferta de água e o governo federal tem este projeto,e nós vamos nos estender em cima disso.

Blog – Neste mandato, o que o senhor fez que lhe deu mais orgulho em ter concretizado?

O.A- Em menos de quatro anos eu já sou um deputado que fiz mais de 150 pronunciamentos. Eu tive uma ação importante que considero, este plano de metas da Compesa, porque como deputado ainda estou acompanhando. A retirada dos animais das estradas marcou muito. Aluguei uma fazenda com dois mil e quinhentos hectares e os jumentos estão sendo levados para lá, então isso me dá uma alegria porque poupou muitas vidas. Toda semana tínhamos notícias de gente morrendo em acidentes com animais e acho que já conseguimos reduzir isso em torno de 80%. Já capturamos cerca de 600 animais. A ideia é que num segundo momento vamos tentar transformar esta fazenda num espaço para a agricultura familiar.

Blog – como funciona este projeto e como as pessoas podem contribuir?

O. A- Aqui em Petrolina é o centro de zoonoses que recolhe os animais. Na estrada é a Polícia Rodoviária Federal e a gente tem um caminhão que presta este serviço e também tem as prefeituras. Por exemplo, a Prefeitura de Lagoa Grande tem botado animais lá, a Prefeitura de Afrânio… Esta fazenda tem capacidade para receber dois mil animais. O apelo que faço e que as prefeituras não peguem seus animais e soltem na beira da pista, pensando que não vamos receber. Então quem quiser colaborar também com vidas humanas pode ligar para o (87) 3862-1679.

Blog – Uma problemática grande que enfrentamos agora é com o nosso rio. O senhor tem projetos em defesa do Rio São Francisco?

O.A- Eu sou o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, e saúde não é só hospital, saúde também é cuidar do rio. A gente chegou a ensaiar em convocar a Assembleia Legislativa da Bahia, Minas e Pernambuco e fazer um encontro na Ilha para fazer um grande debate. A gente pretende de fato fazer uma convocação do Ministério das Cidades, Integração Nacional, para mostrar o que tem de projeto de revitalização. O primeiro ponto para diminuir a poluição do Rio São Francisco é saneamento básico funcionando. Vamos atrás do ramal da Transnordestina para Petrolina.

Blog- candidato, suas considerações finais.

O.A- Quero apenas agradecer, dizer que nós temos definido o projeto de tornar a Facape gratuita. Vamos continuar com esta ideia do governo federal de ampliar as escolas técnicas. Queremos fazer um mandato com a visão de trazer o jovem para a política. Botei um projeto criando o Dia do Adolescente. Vamos buscar dois segmentos: a juventude e a terceira idade, porque a terceira idade muitas vezes está saindo do mercado de trabalho, mas precisa se sentir útil. Vamos defender estes projetos de campos produtivos, um novo distrito industrial em Petrolina e a duplicação da BR até Lagoa Grande. Fora isso, muitas outras propostas para seguir com um mandato decente, sustentável para a nossa sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome