Número de casos de tuberculose em Petrolina chama atenção dos profissionais de saúde

1

Atendimento UPAEOs profissionais da Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado (UPAE) estão aproveitando esta semana para lembrar o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado em 24 de março. Através de palestras e panfletos educativos, a equipe alerta a população sobre o número elevado de casos da doença na cidade.

Durante toda a semana, os profissionais procuram orientar os pacientes e afastar o preconceito. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Petrolina, no ano de 2013 foram identificados 130 casos de tubérculos. Em 2014, até agora, os números já chegam a 30 casos registrados, uma vez que se trata de uma doença de notificação compulsória, assim, qualquer caso suspeito tem que ser obrigatoriamente informado.

Na UPAE, entre os atendimentos realizados desde a inauguração, em julho do ano passado, foram apresentados sete casos suspeitos, que foram encaminhados para os serviços de referência do município.

A doença

Segundo o médico Jeová Oliveira de Araújo, a tuberculose é uma doença infectocontagiosa, que acomete o pulmão, mas pode também afetar outros locais do corpo como laringe, ossos, articulações, pele, intestinos, rins e o sistema nervoso.

“A patologia é disseminada quando uma pessoa com a doença no estágio infeccioso tosse, espirra e termina expelindo assim as bactérias que podem ser aspiradas por outras pessoas, ocorrendo a contaminação. É muito importante ficar atento aos sintomas e quanto mais precoce for o diagnóstico, mas eficaz será o tratamento, que deve ser rigoroso”, explica.

Entre os principais sintomas estão tosse com secreção, febre, suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento, cansaço fácil e dores musculares. Em alguns casos pode ocorrer dificuldade para respirar e eliminação de sangue. O diagnóstico pode ser feito através de uma avaliação médica completa, incluindo exame físico, a baciloscopia de escarro, uma radiografia do tórax e culturas microbiológicas.

Já o tratamento é feito através de uma combinação de drogas, começando com um total de quatro, que são reduzidas após a evolução do quadro, acompanhado pelo médico. (Fonte/foto: Ascom UPAE)

1 COMENTÁRIO

  1. SALÁRIO DIGNO PARA TODOS
    A verdade é que deveria ter respeito e valorização dos nossos profissionais, salário digno é assim:
    Graduado… Dr. Médico – 100%
    Graduado… Dr. Enfermeiro – 70% do Dr. Médico
    Graduado… Outros Doutores da saúde 70% do Dr. Enfermeiro

    Nível Médio – Técnico de Enfermagem ou outros da saúde – 50% dos outros Doutores da saúde
    Ensino fundamental – Auxiliar de Enfermagem ou outros da saúde – 70% do Técnico de Enfermagem ou outros da saúde.

    30 HORAS JÁ: ENFERMAGEM E TODOS – ÁREA DE SAÚDE

    … xxx … xxx … xxx … XXX … xxx … xxx … xxx …

    Os 10 MANDAMENTOS DOS DOUTORES: MÉDICOS E ENFERMEIROS

    1 – Se você não sabe o que tem, dá VOLTAREN;

    2 – Se você não entende o que viu, dá BENZETACIL;

    3 – Apertou a barriga e fez ‘ahhnnn’, dá BUSCOPAN;

    4 – Caiu e passou mal, dá GARDENAL;

    5 – Tá com uma dor bem grandona? Dá DIPIRONA;

    6 – Se você não sabe o que é bom, dá DECADRON;

    7 – Vomitou tudo o que ingeriu, dá PLASIL;

    8 – Se a pressão subiu, dá CAPTOPRIL;

    9 – Se a pressão deu mais uma grande subida, dá FUROSEMIDA!

    10 – Chegou morrendo de choro, ponha no SORO.

    …e mais…

    Arritmia doidona dá AMIODARONA…

    Pelo não, pelo sim, dá ROCEFIN.

    …e SE NADA DER CERTO, NÃO TEM NEUROSE…
    …DIGA QUE:

    É SÓ ESSA NOVA VIROSE!!!

    Parece brincadeira, mas… É verdade!

    (Recebido por e-mail – Autor Desconhecido)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome