Novo presidente da Fera Sertaneja anuncia novo técnico e fala de planejamento para 2019: “Com os pés no chão”

6

Após o vereador Ronaldo Silva renunciar à presidência do Petrolina Social Futebol Clube (PSFC), caberá a Jeferson Oliveira de Freitas o desafio de garantir uma boa temporada à Fera Sertaneja em 2019. Confirmado como novo presidente do clube, ele já deu os primeiros passos nesse sentido.

No início da tarde de hoje (18), Freitas concedeu uma entrevista coletiva à imprensa local para, entre outros detalhes, anunciar o comandante da equipe técnica da Fera, que será Alberto Lima. Ex-zagueiro de futebol, Lima se destacou no Náutico e passou também por Fluminense, Atlético Mineiro, Paysandu, Sport – entre outros. Como técnico ele conseguiu o feito de garantir o Flamengo de Arcoverde na Série D do Brasileirão 2019, após boa campanha no estadual deste ano.

A este Blog, pela manhã, o novo presidente da Fera ressaltou que a meta tem de ser “com os pés no chão”: primeiro, brigar para permanecer na elite do Campeonato Pernambucano em 2020; depois lutar por uma vaga no Brasileirão da Série D e, quem sabe no Nordestão.

Vou sentar com o prefeito e definir um outro planejamento”, adiantou. Freitas acrescentou ainda que alguns empresários já se mostraram interessados em apoiar o clube nessa empreitada. Considerado ‘braço direito’ do presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira, Freitas assegurou ser possível conciliar a função de servidor do Legislativo com a de presidente da Fera. “Na Câmara Municipal meu expediente é até as 13h. Além disso tenho homens de confiança no clube”, pontuou. Vale ressaltar que o novo presidente esteve na diretoria que levou o time do Petrolina à campanha invicta na Série A2 do Pernambucano, culminando com o título de campeão e o acesso à Série A1.

6 COMENTÁRIOS

  1. Se é para começar com o pé no chão, pois devolvam o dinheiro público que recebem e vendam aquela tranqueira que chamam de estádio, pois trata-se de uma insensatez, para não dizer imbecilidade com o dinheiro arrancado dos pobres desta cidade. Pé no chão né senhores…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome