Novo espetáculo do Coletivo Trippé quer fazer reflexão sobre celularmania

0
Foto: Fernando Pereira/divulgação

Em qualquer lugar ou a qualquer momento do dia, as pessoas param e olham a tela do celular. Dorme-se ao lado dele e acorda-se com ele. Enquanto conversam ou enquanto namoram, dedilham uma mensagem. Para propor reflexões sobre esta situação, o Coletivo Trippé estreia o espetáculo de dança “Tudophone”, realizando uma temporada no Cineteatro CEU das Águas, no Bairro Rio Corrente, em Petrolina. Voltadas para a comunidade, as apresentações são gratuitas e ocorrem amanhã (22) e sexta-feira (25), às 19h; já na quarta (23) e quinta (24), será às 15h e 16h.

Com temática voltada para um público mais juvenil, “Tudophone” se baseia na ideia de uma dança contemporânea de aspectos menos formais, buscando a aproximação ao público-alvo diretamente através da ação física e da interatividade.

Para Wagner Damasceno, integrante do Coletivo Trippé, a temporada com apresentações populares irá aproximar os jovens desses espaços de arte. “Mais uma vez estamos voltando aos bairros mais periféricos levando arte a estas pessoas e, principalmente, a essa nova geração, com um tema que eles se identificam e vivem”, ressalta.

A temporada é uma realização do Coletivo Trippé, assinada pela Pipa Produções e com apoio financeiro do Governo de Pernambuco, através do Fundo de Incentivo à Cultura (Funcultura-PE), da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). Mais informações estão disponíveis no blog e no Facebook do Coletivo Trippé. (Texto: Karen Lima/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome