Novo ataque de pitbull em Petrolina por pouco não acaba em tragédia maior

por Antonio Carlos Miranda // 27 de julho de 2021 às 21:24

Foto: reprodução/WhatsApp

Quase duas semanas após uma mulher ser atacada por um cão da raça pitbull, enquanto passeava com sua cadela de estimação pela Orla de Petrolina, um fato semelhante ocorrido na tarde de hoje (27) por pouco não termina numa tragédia ainda maior. Um pitbull invadiu a residência do empresário Reginaldo Cariri Lopes, no Condomínio Vivendas do Rio, na Estrada da Tapera, e matou os dois cãezinhos da família – um poodle e um vira-lata, ambos de pequeno porte.

O fato aconteceu por volta das 16h. Segundo o empresário, no momento do ocorrido estavam na residência a filha dele, de 20 anos, uma amiga e uma criança de 5 anos. Como o condomínio é fechado, as casas do local não têm muros, o que facilitou a ação do animal.

Ele empurrou a porta, que é dessas mais modernas e qualquer um abre. Aí o pitbull partiu pra cima dos cachorros”, contou a este Blog. No momento, Lopes estava em sua empresa, no Loteamento Recife, quando recebeu a ligação da filha, que estava desesperada, e voltou às pressas para casa.

Segundo relatos da sua filha, algo muito pior só não aconteceu porque a amiga dela conseguiu pegar a criança, que brincava com os dois cachorrinhos, e se trancaram todas num cômodo da casa. “Ele ficou tentando entrar no quarto”, disse. Mesmo abalado, o empresário gravou um vídeo clamando por providências das autoridades (CONTÉM IMAGENS FORTES).

Providências

Lopes revelou também que o pitbull é de um vizinho, o qual conversou com ele e lhe pediu desculpas. O empresário chegou a ir à delegacia, mas como estava ainda sob forte emoção, preferiu não prestar queixa. No entanto, ele assegurou que se mobilizará por providências. “A gente tem de conscientizar as pessoas, seja na justiça ou através da mídia. Eu sou criador e gosto de cachorros, mas essa raça que eles criam (pitbull) há vários casos de atacarem os próprios donos ou seus filhos, e já mataram pessoas. Eles estão criando uma fera dentro de casa”, desabafou.

Novo ataque de pitbull em Petrolina por pouco não acaba em tragédia maior

  1. Processar sem pena disse:

    Processar como homicídio com a intenção de matar. Quem cria cachorro desta raça, solto e sem fucinheira, assume o risco.

  2. Brian Medeiros disse:

    Pelo que observo
    Pitt Bull é cachorro de corno

  3. Defensor da liberdade disse:

    O ministério público deve processar o dono deste animal, por atentado contra a segurança das pessoas. Estes animais não devem jamais ser deixados soltos. Crie solto no muro, como crio os meus, mas jamais os deixe sair.

    É muito comum vermos donos de Pitbull e Rottweiler andando com eles soltos pelas ruas, expondo pessoas e animais ao risco. Por mais bem criado que seja o animal, eles podem atacar se perceberem qualquer um como ameaça, é o instinto deles.

  4. Junior disse:

    Não generalize. Pior tipo de animal é o ser humano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *