Nova cheia expõe dura realidade do lixo no Rio São Francisco

por Carlos Britto // 18 de janeiro de 2023 às 15:27

Foto: Blog Carlos Britto

Como este Blog divulgou ontem (17), a nova vazão da Barragem de Sobradinho (BA), que passou de 3.500  para 4.000 metros cúbicos por segundo (m³/s) mudou o cenário das cidades ribeirinhas – a exemplo de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Segundo a Chesf, esses valores ainda podem ser alterados, a depender da necessidade de atendimento do Sistema Interligado Nacional (SIN), conforme procedimento de otimização energética envolvendo diversas regiões do país.

Além dos cuidados com as comunidades ribeirinhas localizadas na calha do rio, também há a preocupação com a quantidade de lixo descartado de forma irregular na Orla da cidade. Confiram o vídeo abaixo:

Nova cheia expõe dura realidade do lixo no Rio São Francisco

  1. tamylis disse:

    É uma questão de falta de noção da população mesmo.
    Vi barracas de acampamento a semanas atrás, com bebidas e tudo mais e o pessoal abandonando os lixos de forma inadequada. Infelizmente todos pagam quando a água é poluída.

  2. otavio disse:

    A cota do rio nessa foto deve ser 361,30 m, subindo mais dois metros, a água lava o calçadão que vemos aí, logo ainda falta muita água para lavar o calçasdão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.