Na COP26, Paulo Câmara anuncia robusto pacote de ações ambientais

por Carlos Britto // 08 de novembro de 2021 às 06:40

Durante discurso na Assembleia Geral da Under 2 Coalition, na COP26 ( Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudança Climáticas), o governador Paulo Câmara (PSB) anunciou o maior pacote de ações ambientais da história de Pernambuco. O evento está sendo sediado em Glasgow, Escócia. Serão investidos R$ 75 milhões em reflorestamento, na preservação de mil nascentes de rios e no tratamento de resíduos sólidos de 43 municípios.

O gestor socialista assinou também o compromisso pela neutralidade do Carbono, reafirmando a disposição de zerar as emissões no Estado até 2050.

“Não viemos aqui apenas para reafirmar promessas, nem para apontar as contradições daqueles que não respeitam a natureza. Estamos fazendo a nossa parte e, por isso, anuncio hoje o maior aporte de recursos para a agenda da sustentabilidade em Pernambuco. Vamos investir R$ 75 milhões no reflorestamento da nossa principal área de Mata Atlântica, a APA Aldeia-Beberibe, na recuperação de mil nascentes de rios em 50 municípios e no tratamento de resíduos sólidos em 43 cidades, que não contam com aterros sanitários”, explicou o governador Paulo Câmara.

A CEO do Climate Group e coordenadora do Under 2, Ellen Clarkson, esteve presente na Assembleia Geral. A Under 2 Coalition reúne líderes de mais de 60 países mobilizados em ações de sustentabilidade em todo o mundo.

Para o projeto de restauração de bacias hidrográficas serão investidos R$ 12,5 milhões. A implantação do corredor ecológico da Área de Preservação Ambiental Aldeia-Beberibe vai mobilizar recursos da ordem de R$ 48 milhões. Já o tratamento de resíduos sólidos consistirá na instalação de galpões para separação do material reciclável. A estimativa de custo para esse último projeto fica em torno de R$ 15 milhões.

Na COP26, Paulo Câmara anuncia robusto pacote de ações ambientais

  1. otavio disse:

    Não falem mau do GÁS CARBONICO. Segundo o Dr. Carlos Mollion, maior cientista do País em Climatologia, o gás Carbônico é o gás da vida, e eu acredito nele, mesmo porque os gases poluente serão diminuídos daqui a no máximo 10 anos, pois nesse tempo, os carros passarão a ser elétricos. Mas o Governador está de parabêns em tratar dos resíduos sólidos, isso é tratar do meio ambiente, muito elogiável fazer saneamento. Reflorestar não é necessário, basta não desmatar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *