MPPE recomenda reprovação de contas da campanha de Miguel; assessoria jurídica do socialista diz que se trata apenas de “parecer opinativo”

3

miguel coelho no comercio petrolinaO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) reprovou as contas da campanha eleitoral do prefeito eleito Miguel Coelho (PSB). Ele disputou e venceu as eleições municipais deste ano contra Edinaldo Lima (PMDB), candidato do prefeito Julio Lossio (PMDB). O parecer ressalta o somatório de aproximadamente R$ 400 mil não esclarecidos, suscitando a suspeita de abuso de poder econômico e ‘caixa 2’ por parte do socialista.

Diante de tais suspeitas o promotor de Justiça Gustavo Lins Tourinho Costa indicou a desaprovação das contas do candidato. O documento menciona também doações suspeitas nos valores de R$ 10 mil e R$ 12 mil, que supostamente foram feitas por pessoas que não tinham capacidade financeira para a contribuição. Procurada pela reportagem do Blog, a assessoria jurídica de Miguel disse que a decisão do promotor nada mais é do que um “parecer opinativo”.

“No final das contas, isso não tem relevância nenhuma. O que vai prevalecer, na verdade, é o que o juiz vai julgar. E pelo que a gente viu na prestação de contas, não existe nada capaz de potencializar uma desaprovação”, assegurou.

3 COMENTÁRIOS

  1. “Ele disputou e venceu as eleições municipais deste ano contra Edinaldo Lima (PMDB), candidato do prefeito Julio Lossio (PMDB)…”

    Ué, só havia Edinaldo de concorrente na disputa?

  2. Na verdade, Edinaldo era o candidato a ser batido. Odacy e Adalberto foram preservados, pois sabiam que não tinham chance nenhuma. Por isso, a imprensa local sempre colocou Edinaldo em 4º, visando desestimular o eleitor, que fez a opção de votar em Odacy.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome