MPPE realiza mutirão de julgamentos em Petrolina

0
(Foto: Divulgação)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através da Promotoria do Júri de Petrolina, organizou em conjunto com a Vara Privativa do Tribunal do Júri do município um mutirão para o qual foram pautados 26 júris no mês de maio. Segundo o promotor de Justiça Fernando Della Latta, a iniciativa visa a proporcionar mais celeridade aos processos, resolvendo casos antigos e de réus presos. “Já tivemos uma experiência bastante positiva, em novembro de 2017, quando foram realizados 24 julgamentos em um mês”, comentou o promotor. Até o momento, já foram realizados 15 júris.

Além de Della Latta, que é 4° promotor de Justiça Criminal e titular do júri, também estão participando os promotores de Justiça Criminais de Petrolina, Júlio César Lira e Djalma Valadares; da Infância, Érico Santos; de Afrânio, Bruno Veiga; e de Lagoa Grande, Cintia Granja. “Os promotores, cientes do volume de casos antigos e de réus presos, prestaram auxílio para a realização dos júris. A participação de sete juízes da sociedade como julgadores revela uma das formas latentes de participação democrática nos destinos da justiça criminal em nosso país”, destacou o promotor Fernando Della Latta.

Os júris também têm contado com ampla audiência de estudantes da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) e de escolas públicas e privadas do município. “O plenário do júri é a sala de aula daquilo que é rechaçado ou aceito como conduta humana pela sociedade local. Uma oportunidade de vivenciar como se dá o procedimento de julgamento daquele que comete um crime doloso contra a vida de uma pessoa”, comentou Della Latta. O mutirão seguirá até o dia 31 de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome