MPPE barra viagem para vereadores não reeleitos em Caruaru. Em Petrolina ninguém fez nada.

por Carlos Britto // 06 de janeiro de 2009 às 18:35

A denúncia de que verbas públicas de Caruaru iriam cobrir as despesas de uma viagem realizada por vereadores não reeleitos fez com que o Ministério Público de Pernambuco atuasse no município.

O MPPE apurou que os vereadores Cecílio Pedro, Gilberto de Dora, Gilvan Reis e Joel da Gráfica iriam fazer uma viagem, no final de 2008, para participar do IV Encontro Nacional de Vereadores, em Foz do Iguaçu, e teriam as despesas pagas pelos cofres públicos, autorizadas pela Câmara de Vereadores de Caruaru e estimadas em R$ 26.256,00. A partir da atuação do promotor de Justiça Rodrigo Costa, o Ministério Público recomendou que os vereadores, que não foram reeleitos, não viajassem. Em Petrolina o blog levou a questão à público mas ninguém da justiça se pronunciou.

MPPE barra viagem para vereadores não reeleitos em Caruaru. Em Petrolina ninguém fez nada.

  1. FRANCISCO DA CRUZ disse:

    Na verdade a justiça (o Poder Judiciário) não poderia por si só se pronunciar, tendo em vista que, para tanto, deveria ter sido provocado.
    Noutras palavras, o Poder Judiciário é orientado pelo princípio da inércia, cravado no art. 2º. da Lei de Ritos – Código de Processo Civil – que assim dispõe: “nenhum juiz prestará a tutela jurisdicional senão quando provocado na forma legal.”
    Caberia, sim, à própria Câmara de Vereadores, através de um de seus membros, no interesse público, agir em defesa da moralidade. Outro órgão que poderia ter se pronuciado, o Ministério Público, através de recomendação ou ação.

  2. Roberto Carvalho disse:

    Eu entendí que o Blog quando se referiu à justiça queria citar Ministério Publico .

  3. FRANCISCO DA CRUZ disse:

    Eu também, mas o objetivo da lição foi evitar que as pessoas que não são tão inteligentes, como é o sei caso, não venham a confundir um poder e suas atribuicões com um outro poder que nada tem a haver com a questão. Ademais, o blogueiro Carlos Brito continua mantendo o povo de Petrolina bem informado e deixando muita gente sem dormir.

  4. João Telê disse:

    Não seria o caso do Blog buscar e dar uma explicação para leigos como eu sobre a diferença entre Juiz e promotor, Justiça e Ministério Público? Seria bom que no Blog fosse instrutivo nas informações e não somente nas lengalengas. É uma idéia!…

  5. David nomero De Macedo disse:

    O blog vai ter de vira uma faculdade de direito, é isso que seu leitores estão querendo. quanto aos vereadores esse povo brinca com o dinheiro publico e pensam que são os guardiões do povo, engana que eu goooostoooo.

  6. Manoel Ribeiro Castro disse:

    Pessoal, a função de um jornalista, é informar com a maior rapidez possivel, com lisura, se utilizar de fontes fidedignas (confiáveis) e não ficar dando aula de direito, magistratura e outras coisas mais. Quer estudar? ótimo, é ume boa idéia. Mas vai procurar uma escola e deixa blogueiro trabalhar em paz. Ora bolas!!!!

  7. João Telê disse:

    Não seria bem uma faculdade de direito. O importante é que fui atrás e agora sei a diferença, mas digo,pronto!

  8. FRANCISCO DA CRUZ disse:

    Da próxima vez em que for expressar-me neste blog, pedirei autorização ao MANOEL RIBEIRO, DAVI NOMERO DE MACEDO E AO ROBERTO CARVALHO. Quero deixar claro que me expresso segundo as normas do blog, de modo que não devo satisfação a nenhum dos três. Uno-me a este blog, no sentido de manter o povo em geral bem informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.