Moradores de prédio que ameaça desabar em Petrolina recorrem à justiça para garantir seus direitos

8

Um prédio em Petrolina ameaçado de desabamento virou caso de justiça. O motivo é que os moradores, após terem sido informados pela Defesa Civil do município sobre a situação em que se encontra o Edifício Morada Nobre, tentaram buscar um acordo. Mas depois de meses sem nenhum sucesso nessa tentativa, eles perderam a paciência.

Os moradores encaminharam ofício ao Ministério Público, ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) e aos bancos que operam crédito para os construtores responsáveis pelo prédio, mas não receberam qualquer posicionamento desses órgãos, no intuito de que medidas sejam adotadas para assegurar a reparação aos donos dos apartamentos. Eles pediram também que novas construções não sejam realizadas, para não colocarem mais pessoas em risco.

Diante da impossibilidade de acordo, bem como sem qualquer atenção dos órgãos procurados, os moradores ingressaram com ação judicial. Os processos foram distribuídos para a 3ª Vara Cível da Comarca de Petrolina, com audiência prevista para o dia 25 de setembro deste ano.

O prédio foi construído no modelo caixão, sem vigas estruturais, sendo que os construtores se utilizaram de blocos de vedação, ao invés de blocos estruturais, como determinam as normas técnicas de segurança. Segundo informações repassadas ao Blog, esses construtores são investidores de Petrolina. Agora, terão que responder ao processo judicial.

Drama

Os moradores estão desalojados de suas moradas há mais de 60 dias, morando em apartamentos alugados, sem assistência dos construtores. Alguns estão, inclusive, pagando prestações de financiamento para aquisição do imóvel. Com a palavra, os responsáveis e órgãos citados.

8 COMENTÁRIOS

  1. Que absurdo, esses construtores são irresponsáveis o poder público precisa se manifestar, e como pode a CEF financiar imóveis para estes construtores, conheço eles ( Isnard, Paulo Feitosa, Waltair e Haniere ) que hoje eles são proprietarios da Solidez Engenharia e Morada Nobre Construções. é bom que eles apresentem um aboa justificativa pra isso.

  2. ou proprietária de um dos 8 apartamentos deste condomínio comprei diretamente com o engenheiro, eu pensava que estava realizando o sonho de minha vida comprando meu lar, mas agora estou vivendo um pesadelo.
    Quero esclarecer que a saída do prédio ocorreu depois do laudo da defesa civil, de um outro laudo engenheiro da CEF que negou a cobertura do seguro por vício de construção e de um laudo de um engenheiro civil particular que o condomínio contratou para analisar a situação onde foi constatado que o prédio foi construído com tijolos inadequados e fora das normas de engenharia onde foi demostrado riscos e a necessidade de evacuação de todos os apartamentos. Hoje a sensação de frustração é tamanha,pois são 9 anos de serviço público investido, meus móveis todos projetados pela italinea ainda encontram-se no AP, pois como estou morando em uma casa alugada mesmo ainda pagando o financiamento do imóvel supra citado não tive como tirar a cozinha e o quarto, uma vez que foram projetados para aquele local e sem falar que em janeiro de 2015 fiz umas melhorias coloquei espelhos que também não tenho como retirar dentre outros itens. Deixo claro que todos os apartamentos conservam as suas estruturas iguais não foi feita nenhuma modificação por nenhum proprietário.
    Eu e mais 7 famílias estamos tentando digerir esse fato tão sério e tão triste que nos aconteceu e de certa forma agradecendo a Deus por não ter sido pior, estamos vivos e lutando apenas pelos nossos direitos de poder sair do trabalho e descansar tranquilos no conforto dos nossos lares… O que estou passando junto com os outros proprietários não desejo a ninguém.

  3. Realmente é um absurdo como existem tanta gente criminosa. Isto é crime sim a partir do momento que estes individuos colocaram várias famílias em risco de vida. Espero a breve punição destes construtores e a caçação do CREA deles.

  4. O grande problema é que muitos pensam no dinheiro pelo dinheiro achando apenas que nunca pode acontecer o pior quando fazem as coisas fora de normas pré estabelecidas. Brincam com a vida e os sonhos das pessoas pensando apenas no próprio bolso. Infelizmente tem vários imóveis em nossa cidade sendo construidos de forma irresponsável.

  5. Sem falar que fizeram uso fa máquina pública para invasão do prédio para serviços particular. Falando em nome da PMP e secretários e mobilizando aparato da guarda municipal. Lamentavel ação destes servidores.

  6. O pior é que tem prédio de monte nessas condições. Se fosse só esse, dava-se um jeito. Não há, nessa Terra de Ninguém (na qual se transformou Petrolina), servidores públicos que REALMENTE cumpram suas funções de averiguar as construções. Esses prédios tipo “caixão” estão por toda parte! Fui visitar um casal de amigos esses dias e o rapaz relatou-me diversas fissuras e rachaduras que apareceram. Os vizinhos, segundo ele, costumam dizer que é por conta da acomodação do terreno. Mas o prédio não tem a licença do corpo de bombeiros! E isso, com mais de vinte anos de existência do prédio! Apto com mais de 100 metros quadrados.

  7. Sou eng civil e segurança do trabalho faço perícias para a justiça me coloco a disposição dos condôminos para fazer alguma vistoria ou mesmo atuar como auxiliar de perito da ação que os moradores impetraram contra os construtores

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome