Moradores da Vila Mocó, em Petrolina, chamam atenção para obra parada acumulando água

por Carlos Britto // 13 de abril de 2020 às 07:40

Moradores do Bairro Vila Mocó, área central de Petrolina, não escondem a apreensão quanto a uma obra parada na comunidade. Segundo eles, o problema é que o local acumula muita água em sua estrutura, tornando um ambiente perfeito para o Aedes aegypti – mosquito transmissor da dengue, chicungunya e zika.

O serviço, ainda conforme os comunitários, seria de responsabilidade da Celpe e de sua prestadora de serviço. A reportagem do Blog entrará em contato com a assessoria sobre o assunto.

Moradores da Vila Mocó, em Petrolina, chamam atenção para obra parada acumulando água

  1. josefa maria disse:

    Aqui na Rua da Harmonia tem um terreno murado e não coberto, é perfeito para o aedes e também proliferação de baratas, ratos, moscas, mosquitos e muriçocas. Estar ficando insuportável. Gostaria que a Prefeitura fizesse uma visitinha, em frente ao número: 179.

  2. josefa maria disse:

    Essa rua é também na Vila Mocó.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *