Monumento do Centenário é entregue revitalizado e com bandeira gigante de Petrolina na entrada da cidade

5
(Foto Jonas Santos/Ascom PMP/Divulgação)

O prefeito Miguel Coelho entregou, na última sexta-feira (4), o Monumento do Centenário completamente revitalizado. A partir de agora, quem chegar a Petrolina verá na entrada da cidade uma bandeira gigante expressando o orgulho dos sertanejos.

Construído em 1995, o monumento foi um marco pelos 100 anos de Petrolina, contudo, estava abandonado. As esculturas que formam o conjunto arquitetônico foram restauradas. A peça de maior porte, esboçada pelo artista Silvio Maniçoba, ganhou vida nova. As estátuas de Nilo Coelho, Dom Malan e Irmã Luizinha Pasi também foram revitalizadas.

(Foto Jonas Santos/Ascom PMP/Divulgação)

A prefeitura ainda implantou gramados no piso da rotatória e calçamento intertravado. A iluminação foi ampliada para garantir mais segurança e uma fonte instalada no espelho d’água. Mas a novidade que gerou maior repercussão foram as bandeiras instaladas, quatro no total. Ao lado do monumento os pavilhões da cidade, Pernambuco e Brasil, e um pouco mais adiante outro estandarte de Petrolina de porte ainda maior para expressar o orgulho sertanejo numa área estratégica de entroncamento de avenidas.

O prefeito Miguel Coelho esteve acompanhado pelo senador Fernando Bezerra no ato de inauguração. FBC foi quem inaugurou a estrutura em 1995, quando era gestor da cidade. Para Miguel, a requalificação é a renovação de valores sobre a memória de quem construiu a cidade e inspira o futuro. “Aqui estão marcados os lemas de Petrolina: educação, trabalho e fé. Com essa obra estamos reforçando esses compromissos e resgatando a importância histórica de pessoas que tanto contribuíram por nossa cidade“, disse o prefeito.

5 COMENTÁRIOS

  1. Sangue de petrolinense na veia, só assim pra essa cidade ir adiante… não votei no Sr Miguel, mas próxima eleição eu e minha família inteira é toda tua. 29 votos garantido 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome