Ministros e servidores públicos recebem ‘Bolsa-Copa’ com diárias de até R$ 581

23

Dilma CopaEm meio a uma onda de manifestações que tomam conta do país, ministros do Estado, servidores federais e comandantes e oficiais das Forças Armadas foram premiados com uma “Bolsa-Copa” para assistir aos jogos da Copa das Confederações.

O bônus, que dobra o valor das diárias dos servidores públicos, foi anunciado um dia antes do início da competição, quando o Palácio do Planalto publicou o decreto 8.028/13, em edição extra do Diário Oficial da União. O decreto tem a assinatura da presidente Dilma Rousseff (PT).

A Bolsa-Copa prevê que cada servidor público receba até R$ 581, para que possa arcar com gastos como hospedagem, alimentação e traslados. Este valor é fixo para os ministros do Estado, caso precisem se deslocar para Brasília, Manaus e Rio de Janeiro. Já para as Praças das Forças Armadas, o piso é de R$ 147, nos casos de deslocamento para cidades consideradas menores.

Caso o deslocamento seja para cidades como Salvador, Fortaleza, Recife, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre, o valor chega a R$ 551,95. Se a viagem for para qualquer outro estado, o custo cai para R$ 520. Para demais viagens, o teto tem o valor de R$ 458,99.

O benefício pode ser utilizado entre o período de 14 de junho e 2 de julho, embora a final da competição seja realizada no dia 30 de junho.

Aeronáutica, Marinha e Exército

Membros das Forças Armadas também são premiados com o Bolsa-Copa. Para estes servidores, o valor da diária chega a R$ 406,70 (Brasília, Manaus e Rio de Janeiro) e cai para R$ 386,87 para viagens a Salvador, Fortaleza, Recife, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre. Outros deslocamentos renderão entre R$ 364 e R$ 321,29, a depender do destino.

O decreto, no entanto, ressalta que o benefício “não se aplica aos deslocamentos em que a administração pública disponibiliza hospedagem ou nos quais não haja pernoite” e reforça que o valor disponibilizado para os beneficiados está incluso no “orçamento vigente dos órgãos e entidades, observadas as limitações de movimentação, empenho e pagamento”. As informações são do Correio da Bahia.

23 COMENTÁRIOS

  1. Eu não vou criticar pois se fosse um deles, iria usufruir também do benefício. Pois se for futucar isso já acontece na maioria das administrações e camaras dos municípios!

  2. a maioria dos Brasileiros sabe o que é corrupção, a maior de todas é um pai de família que trabalha o mês todo e não recebe nem o valor , que estes políticos corruptos recebem numa diaria !!! isto é muita desiguadade.

    • A maioria dos brasileiros sabe o que é corrupção, a maior de todas é um pai de família que trabalha o mês todo e não recebe nem o valor de uma diária que estes corruptos políticos recebem !! Isto é uma desigualdade.

    • vem pra rua vem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      é isso ai Cris………………… vem pra rua vem !!!!!!!!!!!!!!!!!

      vamos votar nulo, vamos difundir essa ideia

  3. Não sou do governo, nem filiada a partido. Apenas sei ler. Após a leitura do decreto 8028/2013, vi que o referido documento publicado em 14 de junho não cria bolsa copa nenhuma. Apenas atualiza os valores das diárias que os servidores ferais que estao a trabalho fora de seus estados devem receber para custear sua hospedagem e alimentacao enquanto trabalham. Esse e um direito do trabalhador previsto no estatuto dos servidores, lei 8112/90. Espero que os jornais que publicam notícias falsas possam esclarecer a população, retificando a informação. A final, o papel de vocês nao seria disseminar a informação correta?

    • É isso mesmo, Daniele! Acho que deveriam, antes de publicar, entender melhor determinados temas. Minha irmã é servidora pública federal há 12 anos. Durante o Governo atual seu padrão de vida só fez decrescer. Agora, imagina se nas viagens que ela é escalada pra ir, a serviço, para outros estados, tivesse que pagar, com seu salário já defasado, hospedagem e alimentação. Que eu saiba, há décadas que existe a conhecida diária, que é paga ao servidor para cobrir suas despesas em viagem, a serviço. Segundo ela, esse decreto serviu para aumentar, durante a Copa das Confederações, o valor da diária que estava congelado há anos.

    • ahhh tá !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      entendi, sou militar e não tive aumento das minhas diárias alias nem temos isso aqui, quando vamos a serviço fazer um curso muitas vezes temos que pagar do nosso bolso.
      Minha querida….existem maneiras de disfarçar o óbvio

      • Muito bem Danielle você está certa. Assim como o Marcelo Smith, também sou militar. Mas complementando a sua informação E QUE A IMPRENSA NÃO DIZ, é que esse “aumento” É PROVISÓRIO enquanto durar o evento COPA DAS CONFEDERAÇÕES e é somente válido nas cidades onde o evento ocorre. E não é somente por causa da Copa não. Se todos forem bons pesquisadores como são críticos, vão ver que houve o mesmo aumento na época do G-20 em 2008. Quando acabar o evento, as diárias VOLTAM AO VALOR NORMAL.

  4. Perguntas e respostas sobre a Bolsa Copa e Bolsa Olímpica
    01 – Quais serão os profissionais beneficiados? Qual é o valor das bolsas? Os 170 mil policiais que atualmente estão inscritos na Bolsa Formação manterão o benefício, uma vez que o critério estabelece que o valor referência do salário a sua continuidade diz respeito à remuneração do dia da inscrição no curso e no projeto. Eles poderão, ainda, migrar para as Bolsas Copa e Olímpica com a mesma inscrição, desde que sejam selecionados pelos estados e façam os cursos especiais de formação. Importante ressaltar que as bolsas não podem ser acumuladas.
    Bolsa Copa: policiais civis e militares e bombeiros lotados nos estados-membros da Copa do Mundo de 2014 que tenham cursado o Ciclo Especial de Formação para Segurança em Eventos Esportivos e que cumpram as condicionalidades estabelecidas pelo Decreto 7081/2010, dentre elas integrar unidade responsável pela segurança de eventos esportivos. Os profissionais serão selecionados pelos respectivos estados, mediante critérios técnicos e isentos. O valor da Bolsa Copa será reajustado de forma gradual, começando com R$ 550 em 2010; R$ 655 em 2011; R$ 760 em 2012; R$ 865 em 2013 e R$ 1000 em 2014.

  5. Todo servidor tem direito a diárias a trabalho (e é pra isso que é pago somente) que são de 212,00 para transporte, alimentação e hospedagem.
    O governos aumentou porque as diárias dos hotéis durante a Copa aumentaram praticamente o dobro. Um hotel em Brasília é em torno de 312,00 em dias normais. Como um servidor publico federal que ganha 3.000 vai pra uma reunião em Brasília com 212,00 reais de diárias, pra alimentação, hospedagem e comida? Mesmo com o aumento ainda falta dinheiro e muitas vezes se tira do próprio bolso pra comer. Você está sendo oportunista com esta publicação e totalmente desinformado.

  6. aqui aonde eu moro o Mato é Grosso, nenhum servidor público vai receber “BOLSA COPA” mas receberão diárias se FOREM designado pra qualquer região onde sediará o jogo da copa das confederações.Mais do que justo, porque brasileiro gosta de explorar em qualquer evento, sem festividade as diárias, supomos , custa R$ 100,00 já em época de atividade festiva custa R$ 500,00, VÃO ROUBAR PRÁ LA SEUS SEM VERGONHA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome