Ministros defendem o governo e dizem que não passaram dinheiro para o MST

por Carlos Britto // 28 de fevereiro de 2009 às 19:40

Ministros do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva saíram ontem em defesa dos repasses feitos pelo governo a entidades que invadem terras, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Em Porto Alegre, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, disse que não há irregularidades nos repasses e chegou a alegar que é impossível associar as entidades beneficiadas com recursos públicos a movimentos sociais como o MST. Segundo ele, essas vinculações são suposições.
Cassel disse desconhecer as ligações entre entidades beneficiadas pelo governo e o MST, que, no entanto, são conhecidas por todos da área:
– Não passamos nenhum centavo para o MST. O que existe são suposições de que possa haver cooperativas, empresas ou ONGs que tenham vínculos com o MST.
– Essas pessoas são contratadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, por exemplo, para prestar assistência técnica. Existem prestações de conta rigorosas para isso – afirmou Cassel.

Fonte: O Globo

Ministros defendem o governo e dizem que não passaram dinheiro para o MST

  1. O Pensador disse:

    Tá certo então, não há financiamento público para as milícias do MST.
    Queremos saber quem está financiando todo este movimento. Nunca ouvir falar nem em rifa de um bode , quanto mais de outra fonte. Este país está cheio de enrolões. Enganando o povo. O assistencialismo do governo Lula, que eu sempre achei imprescindível para se suportar o tempo necessário para se implementar outras medidas mais dígnas para esta gente, está a enveredar para o terrorismo do trabalho contra o capital. Pelo andar da carroagem, este país vai virar uma zona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *