Ministério da Saúde corrige número de mortes no país pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas; São 113, não 383

2
Foto: Ilustrativa/Silvio Ávila/AFP

O Ministério da Saúde atualizou no fim da tarde desta segunda-feira (20) o número de casos e óbitos do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, mas errou. Primeiramente, tinha divulgado que o país registrava 2.845 mortes para Covid-19, 383 nas últimas 24 horas – o que bateria um recorde até o momento. No entanto, o número de vítimas fatais em São Paulo tinha sido atualizado erroneamente: agora, a pasta divulga 2.575 vidas perdidas em decorrência do coronavírus, e 40.581 infectados pela doença no Brasil.

A região mais atingida é o Sudeste, que tem São Paulo na vanguarda do número de mortes e casos no país: são 14.580 pacientes e 1.037 mortes. Em segundo lugar, vem o Rio de Janeiro, com 4.899 casos e 422 mortes, seguido pelo Ceará, com 3.482 infectados e 198 óbitos.

O Nordeste é a segunda região mais atingida do País, e concentra 24,9% dos casos confirmados no Brasil. Em seguida, vem o Norte, com 4.109 infectados. O estado do Amazonas, que tem preocupações extras por conta do fluxo entre a capital Manaus e comunidades indígenas, registrou 2.160 casos e 185 mortes pela doença – a maior taxa a cada 100 mil habitantes até o momento.

Em seguida, vem o Sul, com 2.921 casos e 113 mortes – o estado mais atingido é Santa Catarina, apesar do Paraná ter mais mortes do que a região catarinense. Por último, o Centro-Oeste registrou, até o momento, 1627 casos e 54 óbitos, sendo a maioria no Distrito Federal.

SRAG

Para acompanhar minimamente o número de subnotificações da doença no Brasil, o Ministério também divulga quantos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) foram registrados no País. Até o momento, são 55.980 registros de pacientes com a SRAG, e, entre eles, 8.318 pacientes já foram diagnosticados com a covid-19. Mais de 42 mil casos ainda são investigados. (Fonte: Carta Capital)

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome