Milho estará 25% mais caro no São João deste ano

0

MilhoUm dos tradicionais protagonistas do São João no Nordeste, o milho este ano deve ficar 25% mais caro, na comparação com o ano passado. A seca que afeta a região impacta na produção do milho de sequeiro, o que é irrigado com a água da chuva e complementa a oferta do produto.

Por mais que 90% sejam provenientes de agricultura irrigada, o problema é que a estiagem provocou uma queda em torno de 50% da produção do milho de sequeiro estadual, segundo o diretor técnico do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE), Paulo de Tarso. No ano passado, a safra já teve uma queda de 25%.

Pela perspectiva da Ceasa-PE, a “mão” de milho (equivalente a 50 espigas) poderá ser vendida por até R$ 30, enquanto no São João de 2012 o preço médio ficava entre R$ 20 e R$ 25. “Este ano, pode ser que a mão de milho fique entre R$ 25 e R$ 30. A seca afeta a produção do milho irrigado com a água da chuva, cerca de 10% de toda a produção do período junino”, explica Paulo de Tarso.

“O Nordeste todo teve a produção comprometida, é possível que esse percentual também se reflita em outros estados”, diz Paulo. O diretor técnico ressalta que ainda é cedo para saber se o impacto nos preços poderá ser ainda maior, já que a demanda pelo produto se acentua nas primeiras semanas de junho, embora o ciclo junino tenha início desde maio.

“A seca prejudica o milho de sequeiro, que é comprado para engrossar a oferta do produto. A produção menor impacta no preço, mas teremos uma ideia mais clara de quanto poderá ser o impacto a partir de 10 de junho, quando aumenta o consumo de comidas de milho”, afirma Paulo. (Fonte/foto: JC Online)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome