Miguel Coelho lamenta morte do prefeito Bruno Covas: “Exemplo de luta, força e fé”

1
Foto: reprodução

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, lamentou por meio de uma nota de pesar o falecimento do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, ocorrido no início da manhã deste domingo (16). Ele tinha 41 anos e foi vítima de câncer, após perder uma longa batalha contra a doença.

Miguel, que é secretário-geral da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), destacou o exemplo de “luta, força e fé” deixado por Bruno.

Confiram:

O Brasil perdeu uma grande liderança. Após uma longa e corajosa luta, Bruno Covas descansou. Homem de trajetória política exemplar, digno do sobrenome que carrega. Por onde passou, foi bem sucedido, seja como parlamentar ou no poder executivo. Bruno Covas ainda tinha muito a oferecer aos paulistas e brasileiros, mas, infelizmente, sua partida foi antecipada por um mal atroz.

Tive a oportunidade de me aproximar mais de seu convívio nos últimos tempos por conta do trabalho na Frente Nacional dos Prefeitos e confirmei as minhas impressões. Bruno tinha muito espírito público e dedicação em servir a causas maiores.

Dia triste para todos nós que perdemos um amigo, assim como, para o Brasil, que perde um líder. Que o exemplo de luta, força e fé de Bruno possa guiar todos. Meus sentimentos aos familiares e amigos mais próximos. A história de Bruno continuará a nos inspirar como homem íntegro e corajoso até seus últimos momentos.

Miguel Coelho/Prefeito de Petrolina e secretário-geral da Frente Nacional dos Prefeitos

1 COMENTÁRIO

  1. Eu só lamento pelos cidadãos de bem que foram impedidos de trabalhar, tendo as portas de seus comércios soldadas por este indivíduo que não estava nem aí para os pais de família, que foram proibidos de trabalhar para levarem o pão de cada dia para suas crianças!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

doze − um =