Miguel Coelho diz que Petrolina “está à beira do colapso” e faz apelo à população

5

Diante do quadro alarmante em relação ao novo coronavírus (Covid-19) em Petrolina, que no dia de hoje (3) chegou a 95,45% de ocupação dos leitos de UTI, o prefeito Miguel Coelho fez um pronunciamento por meio de suas redes sociais, apelando para o bom senso da população (confiram o vídeo).

Para nós, enquanto administração municipal; os profissionais que estão na linha de frente; e cada cidadão que entendeu, desde o início, a gravidade da pandemia, a Covid-19 nunca foi uma brincadeira. Mas, agora, para todos nós, sem exceção, entendendo ou recusando aceitar a realidade, a situação está à beira do colapso. Estamos com 95% das UTIs ocupadas, e por mais que estejamos tentando ampliar a oferta de leitos desde o ano passado, é definitivamente impossível abrir leitos suficientes para milhares de pessoas que se recusam a usar máscaras, evitar aglomerações, manter o distanciamento e higienizar as mãos, colocando em risco as próprias vidas, a vida dos outros e o sistema de saúde como um todo”, declarou.

Miguel reforçou a necessidade de cada um pensar no próximo, a fim de evitar o pior. “Dez, 20, 100 novas UTIs não serão suficientes para suprir a falta de consciência que vemos em muitas pessoas. Estamos há um ano fazendo de tudo para evitar que este pior aconteça, que faltem leitos para quem precisa, que mais famílias sintam a dor de perder um ente querido, que Petrolina sinta na carne o desespero que já vimos em outras cidades do país. A nossa hora de agir é agora. A nossa vida é o bem mais precioso que temos, e uma vez perdida, não dá para recuperar. Cuidem de si, cuidem dos outros, pensem nos outros. Só unidos vamos conseguir superar essa pandemia, e se isso não acontecer a partir de agora, amanhã, sem dúvida alguma, será muito tarde para a gente lutar”.

5 COMENTÁRIOS

  1. Na realidade nunca teve UTIs sobrando para a sociedade, agora com a pandemia os políticos tem a desculpa perfeita, enquanto em alguns estados alguns políticos vagabundos estão metendo a mão no dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

13 + um =