Miguel Coelho concede Medalha Senador Nilo Coelho a personalidades de Petrolina

por Carlos Britto // 10 de setembro de 2021 às 10:27

Foto: Alexandre Justino/PMP divulgação

A noite de ontem (9) foi de homenagens na Câmara de Vereadores de Petrolina. Uma solenidade que teve à frente o prefeito Miguel Coelho marcou a entrega da Medalha Senador Nilo Coelho a 10 personalidades que contribuíram de diferentes maneiras para o desenvolvimento de Petrolina. A comenda, criada em 1999, é a mais alta honraria concedida pelo município e destinada àqueles com relevantes serviços prestados.

A cerimônia homenageou personalidades dos segmentos da medicina, economia, cultura, advocacia, esportes entre outros. Foram selecionados o professor Marciano Barros, fundador e diretor da Associação de Atletismo de Petrolina (APA); a promotora de Justiça, Rosane Moreira; Alexandre Torres (presidente da OAB local); o professor Guega (produtor rural e doutorando); Jailson Lima, (fundador da Companhia de Dança do Sesc Petrolina); o pediatra Alexandre Mota; o empresário Antônio Elder Guimarães; o pastor Gilson de Oliveira (coordenador da Comunidade Terapêutica Ágape); Maria Leopoldina Veras, reitora do IF-Sertão; e Américo Gonçalves (servidor público municipal desde 1988, representando os trabalhadores da prefeitura).

Marcada pela emoção, a cerimônia teve depoimentos fortes como o do professor Guega, homenageado pela história de superação e por ajudar na capacitação de trabalhadores da zona rural. “É um momento muito especial para mim. Agradeço a minha família, aos amigos, a todos que me ajudaram a hoje poder chegar a um doutorado. Essa medalha é uma grande honra, mas traz também uma enorme responsabilidade de agora fazer muito mais pelo meu povo”, relatou Guega, que se alfabetizou aos 34 anos e, agora, com 54, iniciou um doutorado na Univasf.

O misto de honra e responsabilidade também foi o tema do agradecimento feito pelo prefeito Miguel Coelho na cerimônia. Pela primeira vez o atual gestor da cidade realizou a entrega da mais alta comenda petrolinense. Para Miguel, o reconhecimento aos 10 homenageados serve também para inspirar novas gerações sobre o compromisso com o futuro de Petrolina. “Ficou muito claro que cada um aqui representa a história dos 126 anos de Petrolina. Temos que ser justos com quem fez pelo passado e o presente para olhar para o futuro. Esta homenagem, como disse o professor Guega, é também uma grande responsabilidade. É uma forma de inspirar quem vai construir o nosso futuro”, ressaltou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *