Miguel Coelho coloca Bivar como melhor nome para “furar bolha” da polarização

por Antonio Carlos Miranda // 22 de junho de 2022 às 06:59

O pré-candidato a governador de Pernambuco, Miguel Coelho, lamentou a polarização política nas eleições deste ano no país e enalteceu o deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional do seu partido, o União Brasil, o qual se coloca como opção para “furar essa bolha”. Bivar visitou Petrolina ontem (21), iniciando pela principal cidade do Sertão sua pré-campanha presidencial no Estado. Após encontros com exportadores de frutas e lideranças locais, ele participou de um ato político, no final da tarde, no Hotel do Grande Rio, prestigiado por muitos aliados de Miguel e do seu grupo político.

Em seu discurso, o ex-prefeito de Petrolina disse que Bivar representa a real alternativa para enfrentar os sérios problemas pelos quais atravessa o país. “Quando a gente olha para essa país dividido do jeito que estamos, que retrocedeu à década de 90 no aspecto da fome, do país que continua gerando uma grande massa de desempregados ano após ano, de um Brasil que não conseguiu superar pautas básicas e essenciais para prover a dignidade humana, a gente não vê isso nessa polarização”, disparou.

Sem dar nome aos bois, Miguel afirmou que os dois protagonistas no momento, na disputa presidencial, mantêm “um discurso pequeno, mesquinho, de quem parece que se retroalimenta entre o mal com a maldade do outro, e o povo brasileiro ficando cada vez mais sufocado, sem conseguir ver um cenário colocado diante de nós”. Ele frisou ainda que as propostas de Bivar não são simples, mas são reais e importantes para chegar na vida de quem mais precisa, a exemplo do Imposto Único.

Miguel também ratificou o tom duro adotado como a gestão socialista no Estado nos últimos 8 anos, que à frente o governador Paulo Câmara. Segundo o pré-candidato, Pernambuco está em situação ainda pior que o Brasil. “Somos o Estado que hoje é o vice-campeão nacional do desemprego, temos a capital mais pobre do país, a terceira região mais desigual e mais miserável de todo o país, a Região Metropolitana. Voltamos a configurar como um dos Estados mais violentos do país, junto com a Bahia e o Rio de Janeiro. Mais de 7 milhões de pernambucanos não têm acesso a saneamento básico e tratamento de esgoto. E como se tudo isso já não bastasse, somos o pior Estado para se fazer negócios e gerar oportunidades de emprego e renda”, disparou. Miguel citou ainda os sérios problemas estruturais nas rodovias pernambucanas, reforçando que o próprio Bivar ouviu esses reclames dos fruticultores locais.

Miguel Coelho coloca Bivar como melhor nome para “furar bolha” da polarização

  1. Visão para o futuro disse:

    Dois derrotados, tanto o Bivar como Miguel, políticos traíra. Bolsonaro 2022. Miguel nunca mais terá meu voto e nem da minha família. 🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  2. iagu disse:

    Ótimo trabalho. Obrigado por divulgar britto!

  3. O POVO TÁ DE ÔLHO disse:

    É de fato muito interessante como os políticos mudam de pensamento de uma hora para outra. Há bem pouco tempo o discurso do Miguel era outro. Era inaugurando viadutos, conjuntos habitacionais. etc. Dá para acreditar numa pessoa dessas?

  4. MARCELO disse:

    esse discurso é so furada so porque esta na frene de bivar mas pelas costas estao pedindo votos para lula todos sabem disso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.