Miguel Coelho afirma que se reeleito, “segundo mandato será ainda melhor”

8
Foto: Blog Carlos Britto

Dando continuidade a série de entrevistas com os candidatos à prefeitura de Petrolina (PE), nesta quarta-feira (7) foi a vez do atual prefeito e candidato à reeleição Miguel Coelho (MDB). Entre os temas abordados, o gestor falou sobre o que pensa para o futuro, caso seja reeleito. Segundo ele, “o segundo [mandato] será ainda melhor com toda segurança que eu tenho e posso aqui afirmar. Não por ser otimista, mas por ser realista. Por saber que as contas da prefeitura estão em dias. Não vamos ter que perder tempo para poder desfazer os erros do passado. A gestão está afinada. O time está sincronizado. A sinergia está ocorrendo”, declarou.

Sobre as cobranças vindas da oposição quanto a um empréstimo realizado pela prefeitura, Miguel disse que “primeiro que na política não cabe hipocrisia e demagogia.[…] Eu acho muita cara de pau dos adversários porque todos eles,  ou o pai ou o outro que foi prefeito tampão, usaram dinheiro de investimentos, usaram dinheiro de empréstimo enquanto estiveram na prefeitura. […] Eu estou muito tranquilo quanto a isso, até porque a gente percebe que a oposição está com um discurso vazio e não consegue apresentar nenhuma proposta. Com todo respeito que tenho a ela, não estou subestimando nenhum dos candidatos, mas é um discurso vazio, que não encontra eco em lugar nenhum porque a população não é mais enganada, a população não é mais besta”, disparou. 

Miguel Coelho também lembrou da dívida herdada do seu antecessor. E explicou como se encontram os cofres do município. “Em janeiro de 2017 nós assumimos uma prefeitura que devia mais de R$ 260 milhões, com o caixa zerado, devendo o INSS, Igeprev, folha de salário das pessoas e estava com a conta bloqueada porque não pagava o precatório judicial. Esse foi o cenário, de uma forma bonita que eu estou colocando aqui, em janeiro de 2017. Em dezembro de 2020, quando encerrar nosso primeiro mandato, nós vamos ter reduzido a dívida em mais ou menos R$ 40 a R$ 45 milhões, próximo de R$ 50 milhões. Então a dívida vai cair para perto de R$ 200 milhões e nós vamos terminar o ano com quase R$ 30 milhões em caixa e, com toda as obrigações em dias, precatório em dia, Igeprev, todas as folhas pagas e todas as obrigações preservadas. Então isso mostra gestão, capacidade de saber transformar gasto ruim em despesa boa. Priorizar o dinheiro público”.  

8 COMENTÁRIOS

  1. Ai ele precisa deixar de maltratar o servidor público, reconhecer a importância dos seus colaboradores, ou do contrário estará endividando o município e os munícipes tendo que pagar por crimes de assédio moral. A realização de obras físicas na cidade, é apenas um fator que eleitores desinformado julgam como mais importante, mas as obras de humanização da saúde, humanização do trabalho interno da própria administração, valorização do servidor público, não pode ser deixado de lado. Ele Miguel foi um péssimo Governo nesse aspecto, só se destacou um pouco na realização da modernização do Centro de Petrolina. Eu não acredito que seja eleito para um segundo mandato, e se for, que ele tenha mais respeito com os servidores que são aprovados nos concursos públicos, que disponibilize os recursos humanos, e material para os servidores trabalhar, que não seja o servidor obrigado a levar da sua casa, bens pessoais para fazer o trabalho da prefeitura. Espero que le leia isto.

  2. Depois da gestão de Fernando Bezerra Coelho (1992-1996) essa foi a melhor de Petrolina. Transformando a cidade com obras estruturantes. Cumpriu tudo o que prometeu em campanha e foi mais além. Se mantiver o mesmo ritmo durante os próximos 4 anos vai superar o pai…rs

  3. EHH PREFEITO DO JEITO QUE VC TRATA OS SER SERVIDORES E A POPULAÇÃO MAIS CARENTE VC NAO VAI SER REELEITO NUNCA, DEIXOU OS MOTOTAXISTAS E TAXISTAS E COMERCIANTES AO LEU, ENQUANTO PRA EMPRESA DE ONIBUS MILIONARIA VC DA DINHEIRO LIGEIRINHO…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome