Meteorologista alerta para destruição silenciosa da caatinga

por Carlos Britto // 01 de fevereiro de 2012 às 17:10

Apesar da devastação da Floresta Amazônica ser destaque na mídia mundial, uma outra importante biodiversidade brasileira vem sendo destruída sem que a preocupação das autoridades públicas tenham a mesma proporção.

Quem faz o alerta é o meteorologista da Univasf, Hudson Alencar (foto). Em entrevista hoje (01) ao programa Conexão Verdade (A Voz do São Francisco/Emissora Rural),  ele chamou atenção também para o problema.

“O mundo hoje discute o desflorestamento da Amazônia, mas sem menosprezar a importância desse fato, gostaria de alertar também para a destruição da área de caatinga aqui na nossa região, que por enquanto são focos isolados, mas se não for freada poderá trazer consequências drásticas em relação ao microclima ainda mais quente e seco”, disse.

De acordo com Hudson, diferentemente da Amazônia, aqui a principal causa da devastação do bioma é a criação de ovinos e caprinos. “Não estamos aqui dizendo que ninguém pode criar animais, mas é preciso ser feito com responsabilidade sustentável, pois toda ação na natureza produz uma reação. É preciso produzir áreas de vegetação, em compensação aos focos de destruição da caatinga, ou o microclima será atingido diretamente”, avaliou.

Meteorologista alerta para destruição silenciosa da caatinga

  1. Watergate disse:

    salvem os calangos e pes de mandacaru!

  2. Ricardo Bonfim disse:

    Este rapaz esta correto a caatinga esta sendo devastada e fiscalização quase não existe.

  3. Francesco disse:

    Se a Caatinga fosse no Estado do Rio de Janeiro com certeza seria a mais protegida do país. É condenável o fato da Caatinga não ser reconhecida como patrimônio nacional pela constituição nacional. É de se lamentar.

  4. Chicó disse:

    Será que a culpa está nos ovinos e caprinos ou eles são alvos fáceis?! A culpa da devastação da Caatinga está nesse desgoverno que publica ser ambientalmente preocupado! Daí assistimos o vasamento de óleo na Bacia do Pré Sal mas como eles dizem:”está tudo sob controle”
    Como assim está tudo sob controle? Ora vários seres vivos estão morrendo e nada fazer pela prevençao, acabam devastam e a culpa sempre cai em algum animal mas a culpa maior é a do animal “homem”!

  5. justo disse:

    Quero chamar a atenção das pessoas ligadas ao meio ambiente (Ministerio Público), sobre dois problemas que estão acontecendo em nossa região (Afrânio/Caboclo/Dormentes),
    1-A serra onde fica localizado o “Mirante” no Distrito de Cabôclo Municipio de Afrânio, está sendo desmatada, já existia uma área desmatada a uns dois ou três anos atrás em frente ao Bar do Galego, que inclusive já existe clarões com inicio de erozões, pois a mata não se recuperou no local, e já houve mais desmatamento recentemente, pedimos providencias urgente ao Ministério Público, ainda mais agora que este Distrito foi tombado pelo Patrimonio Histórico.
    2-Existe diversas Cerâmicas em funcionamento nestes dois Municípios em funcionamento, e algumas outras em fase de instalação e ninguem sequer fala em área legal para retirar lenha, materia prima destas industrias, pergunto: o Ministerio Público ligado ao meio ambiente vai esperar chegar na situação que ficou a região do gesso para que se tome alguma providencia?

  6. pasquale disse:

    e pq a epptc q nao multa os carros e motos q param nas calçadas..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *