Meta de educação ambiental do Parque Fluvial de Juazeiro será apresentada em evento nesta sexta

1
Obras do Parque Fluvial em Juazeiro-BA. (Foto: Ascom PMJ/Divulgação)

A Prefeitura de Juazeiro (BA) iniciará, nesta sexta-feira (8), a meta de educação ambiental do Parque Fluvial. As atividades serão iniciadas com um ato cultural que acontecerá na Orla II (Vaporzinho), a partir das 9h, quando o prefeito Paulo Bomfim e sua equipe técnica vão apresentar aos juazeirenses os objetivos da Meta 1 e também lançar o concurso pedagógico-cultural para eleição da Mascote do Parque.

De acordo com o titular da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur), Anderson Alves, o projeto do Parque Fluvial está dividido em três etapas: Meta 1 – Educação Ambiental; Meta 2 – Projeto; e Meta 3 – Execução da obra. O ato de lançamento da Meta 1 vai contar com a montagem de um estande onde serão apresentados trabalhos desenvolvidos nas escolas da rede municipal de ensino, voltados para a preservação ambiental e exposição de ações socioambientais em andamento na cidade. Ainda acontecerão, entre outras coisas, apresentações de dança, música ao vivo e adesivaço.

Parque Fluvial

O projeto executado pela prefeitura, através da Sedur, é fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal (CEF), e conta ainda com uma força-tarefa que envolve várias secretarias municipais: SEDUC, SAAE, Sesp, SEDES e Seculte.

A intervenção iniciada em novembro de 2017 prevê a implantação de academias da saúde, parques infantis, pista de cooper e ciclovia em toda a extensão do parque; recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia; estruturação e ordenamento do mirante e criação de um atracadouro náutico; reaproveitamento da cobertura do espaço onde estão localizados os bares do M para a criação de um terminal hidroviário; as barracas que hoje ficam próximo a Marinha serão retiradas da margem do rio por questões ambientais e ordenadas e padronizadas na área da calçada. A prefeitura acredita que Juazeiro terá, a partir daí, “um novo cartão postal para suas famílias“.

1 COMENTÁRIO

  1. E a APP (Área de Preservação Permanente) de 500m não vai ser respeitada pela prefeitura? Estão construindo sem respeitar nem ao menos os 100m. Onde está o MPF que não ver isso?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome