Mestrando da Univasf fará defesa de projeto que propõe implantação de consórcio de mobilidade urbana para Ride Petrolina/Juazeiro

1

Um projeto que resultou de três anos de estudos do mestrando em Administração Pública da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Júlio Ramos, poderá apontar caminhos importantes para melhorar a mobilidade urbana de Petrolina e região.

Nesta sexta-feira (3/05), às 14h, ele fará a defesa da sua tese, intitulada ‘Consórcio Interfederativo de Mobilidade Urbana: Uma proposta para a Ride do Polo Petrolina (PE)/Juazeiro (BA)’. A apresentação acontecerá no auditório da biblioteca do Campus-Sede da Univasf, área central de Petrolina, seguida de uma roda de conversas sobre o tema.

De acordo com Ramos, a intenção é apresentar o mesmo modelo, para as oito cidades que compõe a Região Integrada de Desenvolvimento (Ride) – quatro de Pernambuco e quatro da Bahia – do que ajudou a implantar com sucesso na Ride Timon (MA)/Teresina (PI). O mestrando, que esteve à frente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) em Petrolina durante o tempo em que reuniu informações que o subsidiaram na sua pesquisa, afirmou ao Blog que os problemas do polo não são diferentes daqueles encontrados na Ride Timon/Teresina.

Ramos percorreu as cidades de Petrolina, Lagoa Grande, Orocó e Santa Maria da Boa Vista (em Pernambuco); e Juazeiro, Curaçá, Sobradinho e Casa Nova (na Bahia), que integram a Ride local, fazendo um diagnóstico. E encontrou desde entraves relacionados a transporte, até as condições precárias nas quais se encontram as rodoviárias, passando pela questão das licitações para o setor. O mestrando chegou a apresentar seu projeto em Medellín, na Colômbia, no maior congresso da América Latina na área de mobilidade urbana, em julho de 2018.

Benefícios

Um dos principais benefícios do consórcio, segundo ele, é o fato de trazer todas as demandas da região para uma única instituição – que envolveria a ANTT na esfera federal, além dos dois Estados e os municípios da Ride. “Além dos benefícios financeiros, você fortalece a fiscalização, a regulação em uma única instituição, com todos colaborando”, avaliou. A possibilidade de integração física e tarifária do transporte público é outro item viável no consórcio.

Ramos informou ainda que, atualmente, existem 491 consórcios celebrados no país, em diferentes áreas. “Dos 5.568 municípios brasileiros, 4.081 já participam de algum consórcio”, revelou. Apesar de ter atuado na ANTT de Petrolina, Ramos faz questão de ressaltar que o teor do seu projeto é estritamente “técnico e científico”.

Para o evento desta sexta estão sendo convidados prefeitos, vereadores, especialistas, gestores de autarquias e lideranças comunitárias (entre outros) de todas as cidades da Ride local. O projeto do mestrando teve como orientador o Professor Doutor Ricardo Duarte, e co-orientadora a Professora Mestre Márcia Macedo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome