Medo de desabamento tira o sono de moradores do Residencial Vila Verde, em Petrolina

por Carlos Britto // 30 de julho de 2019 às 11:42

Foto: Wanderley Alves/arquivo

O medo de desabamento está tirando o sono de várias famílias do Residencial Vila Verde, do Programa ‘Minha Casa Minha Vida’, em Petrolina. Segundo informações, os moradores vêm percebendo estalos e fissuras nas paredes dos apartamentos, entre outros problemas, o que acendeu o sinal de alerta na comunidade.

Uma das moradoras, Verônica Pereira, acredita que o problema ocorra pelo fato de o residencial ter sido construído em cima de um lençol freático. Ela afirma que seus vizinhos andam muito assustados diante do cenário.

De acordo com Verônica, há casos de rachaduras no piso e janelas que não travam mais. “No apartamento de uma vizinha tem até minhoca. Tem muita gente assustada, com medo de desabamento”, alertou.

Ela contou ainda que um representante da Defesa Civil de Petrolina fez uma visita no local, há oito meses, e alertou os moradores a se preocuparem quando não conseguirem fechar direito as janelas. “Ele disse que o primeiro sinal iria ser as janelas”, lembrou Verônica, que foi respaldada por demais moradoras do condomínio. A comunidade cobra providências da construtora responsável, já que não sabem o que fazer diante do problema.

Medo de desabamento tira o sono de moradores do Residencial Vila Verde, em Petrolina

  1. Maria disse:

    Acionem logo a Construtora judicialmente, não percam tempo. Ela recebeu dinheiro público foi para fazer um bom serviço e não entregar porcaria.

  2. popo disse:

    Responsavel hoje e a Caixa Economica Federal…Vcs moradores tem que formar uma comissao tirar fotos e entrar com um mandato de seguranca diante do Ministerio Publico …..Um atestado Tbm do CREA e Defesa Civil

  3. popo disse:

    Responsavel tbm por isso ai e o Antigo Prefeito que fez a compra dos Terrenos a um amigo seu…..Esse Ex Prefeito tbm tem que ser responsabilizado tbm e o Secretario da epoca….Todos sairam ganhando com a construçao .

  4. Mislene Correia disse:

    É uma pena ver isso e já ficamos imaginando que uma tragédia poderá acontecer. Em um bairro nobre todas as providências já teriam sido tomadas. Tomara que não, mas diante de como as coisas funcionam em nosso país, vai ser uma canseira e muito estresse pra resolver tal situação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.