MDR instalará primeiros sistemas de irrigação em comunidade indígena de Cabrobó

por Carlos Britto // 16 de setembro de 2021 às 10:30

Foto: PEnews/arquivo reprodução

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) vai investir R$ 11,7 milhões para a instalação dos primeiros sistemas de irrigação em Vilas Produtivas Rurais (VPRs) que integram programas socioambientais do Projeto de Integração do Rio São Francisco. O aporte vai beneficiar 117 famílias na VPR Captação e na comunidade indígena Truká, ambas na cidade de Cabrobó (PE), Sertão do São Francisco.

O secretário nacional de Segurança Hídrica do MDR, Sérgio Costa, assinou ordem de serviço para elaboração de projetos básico e executivo e implantação dos sistemas de irrigação. Na VPR Captação, serão 17 hectares de área irrigada e na comunidade indígena Truká, 100 hectares. As obras estão previstas para começar em outubro e devem durar 20 meses. Cada lote familiar tem um hectare destinado à irrigação e vai contar com um sistema.

Água é vida, água é desenvolvimento, água traz dignidade às pessoas. E é isso o que temos buscado trazer no Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio de diversas obras com foco em garantir segurança hídrica para a população brasileira, sobretudo na Região Nordeste“, destaca Costa.

A ação em Cabrobó integra o Programa de Fornecimento de Água e Apoio Técnico para Pequenas Atividades de Irrigação ao Longo dos Canais para as Comunidades Agrícolas, um dos 38 programas socioambientais do Projeto de Integração do Rio São Francisco. O objetivo é melhorar as condições socioeconômicas e culturais da região, com a implementação da irrigação de pequeno porte e assistência técnica como forma de garantir a melhoria da produção e diversidade de culturas nas pequenas propriedades ao longo dos canais do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

A futura chegada do sistema de irrigação é vista com bons olhos na comunidade Truká. “Ao se investir em território indígena, fomenta-se a economia, gera-se emprego e renda e faz-se com que a nossa juventude não precise migrar para os grandes centros“, afirma o cacique Neguinho Truká (foto). “O povo Truká se sente honrado em receber essa obra, que irá contribuir com os pequenos agricultores, que produzem muito aqui nessa terra e mantêm seus filhos e sua família com dignidade“, complementa a cacique Ana Cleide.

O prefeito de Cabrobó, Elionai Dias Filho, reforça a importância do acesso à água para as comunidades beneficiadas: “não existe nada mais básico para o sertanejo do que a água. Nada é mais sofrível do que viver sem água”. O investimento inicial no Programa de Fornecimento de Água e Apoio Técnico para Pequenas Atividades de Irrigação ao Longo dos Canais para as Comunidades Agrícolas é de cerca de R$ 78 milhões. As ações vão beneficiar 703 famílias de 13 VPRs, e a etnia Truká no Ceará, na Paraíba e em Pernambuco.

Outras VPRs

Outras comunidades também serão beneficiadas com sistemas de irrigação. São elas: VPR Baixio dos Grandes, em Cabrobó; VPRs Uri, Queimada Grande, Negreiros e Malícia, em Salgueiro (PE); VPR Pilões, em Verdejante (PE); VPR Quixeramobim, em São José de Piranhas (PB); VPR Vassouras, em Brejo Santo (CE); VPR Ipê, em Jati (CE); VPR Descanso, em Mauriti (CE); VPR Retiro, em Penaforte (CE); e VPR Lafayette, em Monteiro (PB). Ainda serão beneficiados 13 projetos de assentamentos em Pernambuco e na Paraíba e cinco Vilas Produtiva Rurais na Paraíba: Salão, Irapuá I, Irapuá II e Cacaré, em São José de Piranhas, e Bartolomeu, em Cajazeiras (PB).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *